DAX vai deixar de ter 30 empresas cotadas e passará a englobar 40

11:15 17 de setembro de 2021
  • O número de empresas cotadas no DAX vão alterar-se durante o fim-de-semana

  • Serão lançados novos critérios de inclusão no índice

  • DAX irá passar a cotar 40 empresas

  • DE30 continua a ser negociado de forma lateralizada

O índice alemão será submetido a uma grande remodelação após o fecho da sessão de hoje. Os critérios de inclusão no índice irão mudar, bem como as empresas cotadas no índice. Alguns vêem esta mudança como uma oportunidade para o índice alemão deixar de ser visto como uma referência cíclica e tornar-se mais orientado para o crescimento de longo prazo, tal o que acontece nos índices em Wall Street. 

Os critérios de qualificação irão mudar

O índice alemão das blue chips europeias tem contado com mais de 30 empresas desde  1 de Julho de 1988. Os critérios a cumprir para a inclusão também não se alteraram e as ações que pretendiam ser cotadas no índice tiveram de ser uma das maiores da bolsa de valores alemã em termos de capitalização de mercado e volume de negociação. Contudo, foi decidido que eventos como o colapso da Wirecard, devido a irregularidades contabilísticas, deveriam ser tratados e foi desenvolvido um novo conjunto de critérios.

Embora a capitalização de mercado continue a ser um dos factores-chave para a inclusão, o volume de transações deixará de ter uma prioridade tão elevada. Para além disso, será dada maior ênfase à garantia de que apenas empresas de qualidade são cotadas no índice. Apenas as empresas que tenham gerado um EBITDA positivo nos dois últimos exercícios financeiros poderão ser elegíveis para a adesão ao DAX. As empresas que queiram ser cotadas no DAX também precisarão de ter um comité de auditoria interna a funcionar, bem como um registo de divulgações atempadas dos seus relatórios financeiros.

Novas empresas que serão cotadas no DAX

A grande alteração, e certamente mais visível para os investidores, é a expansão do índice, passando de 30 empresas para um novo formato que irá englobar 40 empresas. Diz-se que a inclusão de mais ações no índice alemão poderá melhorar o seu desempenho e refletir melhor o estado da economia alemã. 

  • Airbus (AIR.DE)

  • Puma (PUM.DE)

  • Porsche Automobil Holding (PAH3.DE)

  • HelloFresh (HFG.DE)

  • Zalando (ZAL.DE)

  • Siemens Healthineers (SHL.DE)

  • Sartorius (SRT.DE)

  • Qiagen (QGEN.US)

  • Brenntag (BNR.US)

  • Symrise (SY1.DE)

Embora a lista das novas cotadas no índice inclua algumas ações cíclicas, como a Airbus ou a Porsche Automobil Holding, a maioria das novas empresas podem ser vistas como empresas de crescimento. Além disso, em muitos casos, essas novas empresas fazem parte das "vencedores pandémicos", que registaram um crescimento significativo do preço das ações em 2020, o que lhes permitiu cumprir os critérios de capitalização de mercado. O facto do índice alemão passar a englobar mais ações do setor tecnológico, pode ajudar a torná-lo menos cíclico e mais orientado para o crescimento de longo prazo, tal como os índices norte-americanos.

Informações sobre as 10 novas empresas cotadas no DAX. Os retornos anuais baseiam-se nos preços de fecho da última sessão  (16 de Setembro de 2021). Fonte: Bloomberg, XTB

Impacto nos Traders 

Enquanto se espera que a expansão do índice DAX possa melhorar o seu desempenho, a mudança em si não terá um impacto no nível do índice e, por isso, os investidores e traders não deverão sentir o impacto destas alterações.
No entanto, isto não significa que não haverá diferenças de preços no início da sessão de segunda-feira. Pode haver diferenças de preços mas estas resultarão das condições do mercado e não de alterações ao índice.

Na XTB decidimos não ajustar os nomes dos instrumentos relacionados com DAX ao novo número do índice. Como resultado, os nomes de instrumentos como DE30 e DE30.cash não serão alterados, apesar do novo formato de 40 empresas cotadas no índice. 

Análise técnica

DE30 tem vindo a ser negociado de forma lateralizada durante esta semana e tem oscilado entre os níveis de Fibonacci nos 38,2% e 23,6%. Embora nos últimos dias o índice tenha tido dificuldades em realizar um grandes movimentos, um ponto a salientar é que parece haver um enviesamento em baixa no mercado. O índice tem tido dificuldades em ultrapassar a linha de tendência de baixa e continua a lateralizar a curto prazo. Também se deve notar que o índice está a ser negociado a cerca de 2,5% abaixo dos seus máximos.Fonte: xStation5

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas. Esteja ciente de que dados de desempenho anteriores não são um indicador fiável de desempenho futuro.

Partilhar:
Voltar

Os CFD são PRIIPs, instrumentos complexos, e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 73% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD. Para mais info, clique aqui. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFD são PRIIPs, instrumentos complexos, e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 73% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD. Para mais info, clique aqui. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.