Abrir Conta Real Abrir Conta Demo

Euro continua a fortalecer, seguindo a reunião do ECB

10:00 12 de abril de 2019

Resumo:

  • O euro atingiu o seu valor máximo nas últimas duas semanas, alimentado pelo disparo de paragens de compra no EURJPY
  • Orr do RBNZ mantém-se incerto se a economia necessita um corte de taxas tão cedo como o próximo mês.
  • O risco do sector Consumista aumentou, segundo a revisão de estabilidade financeira feita pelo RBA

Procura Especulativa                                 

Esta semana esteve cheia de comunicados importantes e o ECB está, indubitavelmente no meio deles. Ainda que o movimento involuntário tenha sido negativo para a moeda comum, recuperou as suas perdas pouco depois. Nas primeiras horas de trading europeu desta Sexta-feira, o euro está 0.3% mais alto contra o dólar americano, provavelmente por causa da procura exponenciada originada nos planos de bancos japoneses, em adquirirem a multi-bilionária empresa de aviação financeira de um banco alemão. Não temos mais detalhes até este ponto, mas a Bloomberg reparou que existe uma actividade notável para bulls, na compra de EURJPY, que terá sido um despoletador para comprar stops, e isso pode ter ajudado a subida de EURUSD. Enquanto estas explicações parecem um bocado nubladas, a moeda comum já fortaleceu mais de 100 pips contra o dólar desde o início de Abril. Olhando para a frente, pode-se esperar que este rally chegue ao fim, mas será contingente nos próximos dados macroeconómicos, com um ênfase no sector industrial. Vamos relembrar que a Eurostat irá publicar os seus dados de produção industrial para Fevereiro antes do meio dia, e poderá constituir outro factor importante para os euro traders.

Olhando para o gráfico de hora, pode-se concluir que o par ainda tem bastante espaço para ganhar. O par está num  trading dentro do canal bull, e não há resistências notáveis até 1.1325. Note também que a última onda de compra empurrou o EURUSD para o seu máximo em 2 semanas e meia. Font: xStation5

Comentários mistos das economias antípodas                   

Em horas asiáticas de trading fomos oferecidos algumas observações  do governador do RBNZ, Adrian Orr, que disse “que não sabia de nenhum corte de taxas em Maio”. Orr sublinhou que a economia NZ mostrou um panorama muito misto, e seria mais fácil se tudo estivesse orientado na mesma direção. Vale a pena notar, que a probabilidade de mercado para um corte de taxas no próximo mês paira sobre os 35% (se o RBNZ decidir “aparar” os custos de empréstimo, não é muito, tendo em conta o potencial negativo para o dólar neo-zelandês. Em troca, uma dimuição de taxa na Nova Zelândia já está preçeada a quase 80% até ao fim do ano. Em termos de dados macroeconómicos publicados, recebemos o PMI de manufacturação da NZ para Março, que diminuiu de 53.7 para 51.9, atingindo um mínimo desde Julho de 2018. Para além disso, os gastos do cartão de retalho da NZ aumentaram 0.7% YoY em Março, menor que os 3.4% YoY presenciados no mês passado. Olhando para além da Nova Zelândia, também recebemos uma revisão de estabilidade financeira da Austrália, publicada pelo RBA. O relatório sublinhou que o risco do sector consumista aumentou, e o panorama do consumo é incerto. O Aussie quase que não respondeu, dado que a maioria da declaração foi tão similar á anterior.

O par AUDNZD continua a subir pela 3ª semana seguida. O cruzamento está lentamente a fechar-se na área chave localizada subtilmente abaixo dos 1.07. este nível poderá constituir um obstáculo para bulls. Fonte: xStation5

Noutras notícias:

· De acordo com Jerome Powell dos Feds, as taxas nos USA estão no sítio certo, reporta a Bloomberg

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados.

Partilhar:
Voltar

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

×