Quinta-feira de grande importância para a Libra

31 de outubro de 2018
  • A libra têm estado sobre grande pressão com toda a incerteza em torno do Brexit 
  • Mercados não esperam aumentos antes do verão de 2019
  • Expansão fiscal pode ser positiva para a Libra
  • Esta quinta a votação do orçamento é um primeiro passo para possibilitar qualquer tipo de acordo para o Brexit

 

A libra esteve debaixo de forte pressão durante os últimos meses apenas por uma razão - a possibilidade de sair da União Europeia sem qualquer tipo de acordo, factor que iria causar grandes incertezas económicas - um período de dois anos depois de activar o artigo 50 termina em Março de 2019 e o Reino Unido terá que sair da União Europeia,com ou sem acordo. Para os negócios é imperativo que continue debaixo de qualquer tipo de acordo aduaneiro para evitar uma quebra de uma forte aliança comercial. No entanto , as negociações estão num impasse uma vez que o parceiro minoritário da coligação , o DUP, rejeita qualquer tipo de fronteira física com a Irlanda, factor que vai contra o desejo dos membros conservadores pro-brexit que não querem aceitar ficar sobre a alçada da união aduaneira por um período indeterminado de tempo. A incerteza não termina esta quinta feira, no entanto dois eventos poderão ajudar a estabelecer uma direcção para a libra. 

Votação do Orçamento

Negociações chave para o brexit não estão a ser realizadas em Bruxelas mas sim em Londres devido a um impasse na coligação entre os conservadores e o DUP, não é unânime que Theresa May consiga chegar a um acordo com a UE e encontrar suporte interno para avançar nessa direcção, isto mesmo que tente encontrar alguns votos entre o partido trabalhista. Poderia mesmo fazer cair o governo se tentasse impor um acordo neste sentido. Uma das oportunidades para se desbloquear o impasse seria a votação do orçamento esta quinta-feira, o governo de Theresa May fez uma movimentação inteligente ao usar alguma folga fiscal para aumentar os gastos em alguns pontos sensíveis e tornando a votação contra o orçamento mais difícil por ser pouco popular. Assim este primeiro passo poderá ser ultrapassado, e pode abrir mesmo caminho para um acordo com a UE mas não irá melhorar a posição de May, uma vez que as incertezas vão continuar.

 

O governo de May anunciou uma expansão fiscal moderada

A decisão do Banco de Inglaterra se olharmos para alem da incerteza em torno do Brexit, justificava um aumento de taxa de juro. A inflação acima do target , o mercado laboral com taxa de desemprego em baixa e os salários a aumentar, assim como a situação comercial ( balança comercial e conta corrente) ambas melhoraram de forma material. No entanto ao não chegar a acordo rapidamente tudo pode mudar rápidamente, assim , não é de admirar que o mercado não veja um aumento até o verão de 2019 como uma possibilidade. Por outro lado se houver acordo um aumento pode chegar mais rápido( possivelmente logo que o acordo seja confirmado ) e assim a libra poderia valorizar fortemente.

 

GBPUSD 

A libra segue muito pressionada, especialmente contra o dólar americano. Se olharmos para o desvio de longo prazo da taxa real ( inflação ajustada)  podemos ver que não está longe de dois outros desvios , factor que mostra a uma sub valorização extrema. Uma mensagem positiva do Banco de Inglaterra pode ajudar mais é o acordo do Brexit.

Libra - mostra sobrevalorização - Macrobond, XTB Research

Podemos ver um suporte enorme para a libra nos 1.2650 - Existem demasiados mínimos máximos que convergem nesta zona e que poderão ser usados pelos altistas de pois do recente sell-off.  


 

GBPUSD testa a zona dos 1.2650  Source: xStation5

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados.

Tags:
Partilhar:
Voltar