Mercado de taxas de juro e Forex

AVANÇADO - Conteúdos 1

Os mercados financeiros são lugares complicados e nos quais há muitas concessões entre os vários mercados. A situação das maiores bolsas pode impactar as moedas, mas as moedas também podem impactar as ações. No entanto, existe um segmento específico do mercado financeiro que tem um impacto significativo no Forex -- o mercado de taxas de juro. Pode já ter ouvido que o mercado está ou esteve a incluir o preço de algo (price in). Que os traders estão preparados para um movimento de um banco central ou que uma moeda em específico já inclui o preço de algo. Já deverá ter ouvido expressões semelhantes, e já deverá ter pensado por que razão isto é importante para as suas negociações. Vai agora descobrir o porquê.

Demorará cerca de: 5min

Nesta aula, vai aprender:

  • Como as taxas de juro podem influenciar o mercado de forex
  • Como saber as expectativas do mercado
  • Como encontrar o valor justo de uma moeda

Os mercados financeiros são lugares complicados e nos quais há muitas concessões entre os vários mercados. A situação das maiores bolsas pode impactar as moedas, mas as moedas também podem impactar as ações. No entanto, existe um segmento específico do mercado financeiro que tem um impacto significativo no Forex -- o mercado de taxas de juro. Pode já ter ouvido que o mercado está ou esteve a incluir o preço de algo (price in). Que os traders estão preparados para um movimento de um banco central ou que uma moeda em específico já inclui o preço de algo. Já deverá ter ouvido expressões semelhantes, e já deverá ter pensado por que razão isto é importante para as suas negociações. Vai agora descobrir o porquê.

O que é o mercado de taxas de juro?

O mercado de taxas de juro é, como o nome indica, o segmento do mercado no qual se negoceiam taxas de juro. Bem, não necessariamente as taxas em si, mas obrigações, contratos a prazo e outros contratos que são a base das taxas de juro. As taxas de juro são uma parte importante das nossas vidas, pois facilitam a formação de capital e têm um profundo efeito em tudo, desde decisões individuais a decisões de criação de emprego, política monetária e lucros de empresas.

As taxas de juro no mercado tendem a aumentar quando os investidores em obrigações acreditam que vai haver inflação. Mas não é a única razão pela qual as taxas de mercado podem aumentar. Um maior crescimento económico que gera um maior lucro pode também ser uma razão para um aumento dos rendimentos. Por fim, um banco central hawkish que restrinja a sua política mais do que os mercados esperavam também pode ser uma razão para o aumento das taxas. Por isso, os investidores em obrigações vão exigir um maior ganho com as taxas de retorno do seu investimento, o que significa que querem taxas de juro mais altas. Por outro lado, as taxas de juro do mercado tendem a diminuir quando a atividade económica abranda, a inflação desacelera ou o banco central torna-se mais dovish (menos inclinado a subir as taxas). O risco de incumprimento pode também ter um impacto significativo nas taxas. Apesar de na nossa análise da ligação entre o mercado das taxas de juro e o forex esta razão ser menos importante, vale a pena mencioná-la.

Como é que as taxas afetam as moedas?

Agora sabemos o que pode influenciar as taxas e por que razão podem mudar em cada direção. O facto é que as taxas no mercado, e não as taxas dos bancos centrais, mudam diariamente. Isto porque os investidores estão a digerir os dados que virão e o fluxo de notícias, e têm de avaliar a sua posição. Vejamos este curto exemplo. Imagine uma situação na qual a inflação nos Estados Unidos aumenta abruptamente, muito mais rápido do que o mercado e do que a FED esperava. Os dados mostraram o aumento anual nos 2.5%, enquanto todos esperavam que fosse 1.5%. O que vai acontecer a seguir? Primeiro, as taxas oficiais da FOMC não vão mudar de imediato depois da publicação, mas as taxas no mercado deverão fazê-lo. Os traders vão tentar prever o que os bancos centrais podem fazer nos meses seguintes. As yields das obrigações e as taxas de curto-prazo vão aumentar, e o dólar americano também. Mas por que razão deverá o USD aumentar? Porque as taxas de juro são o custo de uma moeda. Se quiser pedir dólares emprestados, tem de pagar juros com base nas taxas dos EUA, e não com base nas taxas europeias ou britânicas. Afinal, a taxa de juro é o custo de uma moeda, por isso quanto mais alto for, mais cara será a moeda.

No entanto, deve lembrar-se que a subida da moeda depende de cada situação. Se as taxas subirem porque há um grande risco de falência de um dado país (uma vez que os traders querem um maior retorno do investimento nas suas obrigações), a sua moeda deverá cair. Voltemos ao nosso exemplo. A inflação de 2.5% deverá ser positiva para o USD, mas e se fosse 250%? Isso deverá também levar a um aumento das taxas do mercado, mas a moeda deverá cair. Um aumento de preços tão rápido é um abalo significativo numa economia e tem um impacto negativo no sistema financeiro. Isto leva a uma queda da moeda e também levaria a uma queda do dólar. Apesar de serem raras, vale a pena lembrar-se destas situações enquanto analisa as taxas.

Quais as expectativas do mercado?

Os bancos centrais são os maiores e mais importantes agentes dos mercados financeiros. Quando a FOMC (Federal Open Market Committee – Comité Federal do Mercado Livre) define o objetivo para a taxa de fundos federais à qual os bancos emprestam e pedem emprestado uns aos outros, faz um efeito bola de neve em toda a economia dos EUA, já para não mencionar no dólar. Em teoria, um aumento da taxa seria positivo para o dólar, mas esta decisão pode também levar a… uma queda no dólar americano. Porquê? Por causa das expectativas do mercado. Se o mercado não esperava esta decisão, então o dólar vai ganhar. Mas se era uma decisão amplamente expectável, a moeda pode cair, uma vez que os traders já teriam considerado esse aumento da taxa nas suas negociações. Isto significa que as taxas aumentariam muito antes da reunião do FOMC, e o dólar também aumentaria.

Os investidores tentam antecipar o que poderia acontecer nas reuniões dos bancos centrais que influenciasse os preços dos instrumentos financeiros. Veja o gráfico abaixo, que mostra a percentagem de probabilidade de que haja um aumento da taxa da Reserva Federal nas suas próximas reuniões.

                              Bloomberg

Como pode ver, na altura, o mercado viu uma baixa hipótese de que houvesse um aumento das taxas dos EUA em julho ou setembro, mas a hipótese de que haja um movimento antes de setembro de 2018 é elevada. Isso significa que se o USD vier a valorizar devido à contenção da FED, o mercado tem de ser convencido de que vai haver mais que um aumento durante o período em análise.

Mais ainda, as expectativas podem referir-se também a uma reunião específica. Vejamos o gráfico abaixo. Mostra o consenso quanto à decisão das taxas de juro pelo Banco do Canadá. Como pode ver, a maioria dos economistas esperava um aumento da taxa por parte do BdC, mas outros não.

                                                                              Bloomberg
De facto, o BdC aumentou as taxas de juro e isso levou a uma valorização do dólar canadiano. Uma vez que nem todos os economistas esperavam esta subida, o movimento do banco central ajudou a moeda. Além disso, o Banco também enviou uma mensagem hawkish, o que forçou os traders a considerar outro aumento da taxa no futuro. Maiores taxas elevaram o dólar canadiano, o que foi uma reação típica face ao aumento da taxa pelo banco central.

Mas não é tão fácil como mostra o nosso exemplo. Vejamos agora o Banco Central Europeu (BCE). Em março de 2016, o banco central teve de estender as suas medidas de alívio, uma vez que as perspetivas para a inflação se deterioravam mais. Era esperado que o banco central cortasse as taxas e estendesse as suas medidas de QE (quantitative easing – flexibilização quantitativa), e foi isso que aconteceu. No entanto, o euro disparou no rescaldo da decisão, como mostra o gráfico abaixo. Porquê? Todos esperavam medidas de flexibilidade adicionais, por isso a sua introdução não foi uma grande surpresa para os mercados. Mas o banco central fez algo que ninguém esperava: disse que, para já, iria findar o ciclo de alívios. Isso levou a um movimento ascendente das taxas, o que resultou num fortalecimento do euro. Os traders estão sempre a tentar ser mais rápidos que o mercado e que toda a gente, por isso quando o BCE assinalou que pretendia terminar o ciclo de alívios, estes foram forçados a pensar sobre uma potencial contenção no futuro.

xStation5

Taxas, moedas, spreads e valores justos

Além disso, as taxas de juro podem assinalar se uma moeda específica está subvalorizada ou sobrevalorizada. Veja o par USD/JPY e a sua comparação com as yield a 10 anos. Uma vez que o Banco do Japão mantém as suas taxas extremamente baixas, mas a níveis estáveis, os movimentos do par dependem principalmente das yields dos EUA. Normalmente, quanto mais altas forem as taxas dos EUA, mais forte será o par USD/JPY. À medida que as taxas japonesas estabilizam e as taxas dos EUA aumentam, o dólar torna-se relativamente mais caro que o iene.

                                                                                 Bloomberg

Mas isto não se refere apenas ao par USD/JPY. Os movimentos nas taxas que originem uma restrição ou ampliação do spread entre eles pode levar a alguns movimentos significativos no mercado de forex. À medida que uma moeda se torna mais barata que outra, os traders preferem comprar o par pela mais baixa. Veja o gráfico mencionado. Como pode ver, o spread entre a yield americana e japonesa é 2,2297 e mostra que o par deveria estar abaixo desse valor. Podemos dizer que o valor justo tal como indicado pelo mercado das taxas de juro é 112,00, o que é um risco para os “touros”, uma vez que o par USD/JPY pareciam um pouco sobrevalorizados. Isto pode originar um eventual movimento corretivo descendente. É claro que, de tempos a tempos, os pares de FX vão estar perto ou no seu valor justo, o que normalmente é o período de estabilização e de baixa volatilidade.

Este artigo contém apenas informação geral com fins educacionais. Quaisquer opiniões, análises, preços ou outros conteúdos não constituem nenhum conselho de investimento ou recomendação. Nenhuma destas pesquisas foi preparada de acordo com os requisitos legais necessários para promover a independência do estudo de investimento e, como tal, são consideradas comunicações de marketing. A XTB não assume qualquer responsabilidade por perdas ou danos, incluindo, sem limitação, quaisquer perdas ou lucros que possam advir direta ou indiretamente do uso ou confiança em tais informações.

Por favor lembre-se que as informações e pesquisas baseadas no histórico de dados ou desempenho não garantem resultados e desempenhos futuros.

82% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. Negociar envolve riscos. As perdas não podem exceder os depósitos.

Publicado por X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A.

Teste

Teste os seus conhecimentos no nosso teste:

COMEÇAR TESTE
1/3

1. As taxas do mercado tendem a cair quando:

PRÓXIMA QUESTÃO
2/3

2. As taxas de juro são:

ANTERIOR PRÓXIMA QUESTÃO ANTERIOR
3/3

3. Que instrumentos não fazem parte do mercado de taxas de juro?

ANTERIOR TERMINAR TESTE ANTERIOR

Lamentamos, mas não passou neste teste, tente novamente. A sua pontuação é %por cento%. Respostas incorrectas:

TENTAR NOVAMENTE

Boa! Passou no teste. Parabéns!

DESAFIE-SE NA DEMO IR PARA O PRÓXIMO CURSO

AVANÇADO conteúdos:

Teste os seus conhecimentos numa conta demo na xStation

TESTAR A DEMO

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

×