Abrir Conta Real Abrir Conta Demo

O que esperar da Fed na quarta-feira?

17:30 18 de dezembro de 2018

A Reserva Federal Americana vai reunir-se pela última vez em 2018, que poderá significar o último grande evento de Dezembro. É praticamente certo que haja um novo aumento de taxa de juro, mas desta vez os investidores não estão interessados em saber "o que" a FED vai fazer, mas sim "Como" vai fazer. Nesta análise vamos apresentar a nossa perspetiva para a reunião e 3 mercados que poderão ser afetados: USDJPY, Gold (ouro) e US500.

Resumo:

  • Fed deve aumentar as taxas de juro, mas a análise para 2019 será crucial
  • Os analistas vêm pelo menos uma subida de taxa de juro para o próximo ano
  • Poderá a Fed ser suficientemente dovish para inverter um dólar forte?

A decisão da FOMC - é tudo uma questão de expetativas

A Fed já subiu as taxas de juro por três ocasiões este ano e será bastante provável assistirmos à quarta na reunião de amanhã. Dado os últimos dados da economia americana terem sido decentes, não há razão para alarme e para a Fed saltar a última subida deste ano. Taxas de juro elevadas normalmente são positivas para as moedas domésticas, contudo, como esta subida é bastante esperada pelo mercado, deverá ter um menor impacto no dólar americano. A reação do mercado irá depender das declarações e perspetivas para 2019.

A Fed irá comunicar menos subidas de taxa de juro para 2019. Mas será isso suficiente para enfraquecer o dólar? Fonte: Bloomberg

No último dot-plot apresentado na reunião de Setembro, a mediana das previsões apontava para três subidas em 2019 acima das 4 subidas deste ano. Contudo, desde que os membros do conselho tiveram maior preponderância que os presidentes de distrito e estes foram mais dovish, o mercado entendeu que a Fed iria fazer apenas duas subidas em 2019. Dado que a economia global está a crescer a um ritmo mais lento, os EUA vão receber um incentivo fiscal inferior no próximo ano e as tensões comerciais poderão ter um grande impacto, espera-se que hajam menos subidas de taxa de juro. Mas quantas serão ao certo? No gráfico poderemos ver que os Futuros da Fed (linha branca) estão já a descontar menos de uma subida em 2019! No entanto a Fed teria de ter uma postura bastante dovish ou dar a entender que iriam fazer uma longa pausa depois de Dezembro para alcançar (ou exceder) estas expetativas.

3 mercados a não perder:

USDJPY
O yen japonês normalmente valoriza em períodos de incerteza, contudo ultimamente temos assistido a uma fraca correlação com o mercado de obrigações e ações tudo devido a um forte dólar americano. Poderá esta situação mudar esta quarta-feira? O par encontra-se numa forte tendência ascendente, estando bloqueado num triângulo com fortes possibilidades de quebrar em baixa a zona de suporte dos 112 dólares.

Gold (ouro)

Um dólar forte é a principal razão por trás das quedas dos últimos anos, pelo que a política da Fed tem sido bastante importante para o metal precioso. Os preços do ouro têm vindo a recuperar recentemente, quebrando em alta a barreira dos 1235 $ que servem agora de suporte. A resistência de médio prazo está nos 1296$.

US500

O mercado acionista americano espera por um "balão de oxigénio" por parte da Fed. O recente forte sell-off levo o US500 aos mínimos alcançadas no início de 2018. Os investidores receiam que a combinação de um dólar forte e maiores subidas de taxa de juro levem a um abrandamento da economia em 2019 precisamente na altura em que o impacto do corte de impostos começara a desvanecer. A quebra em baixa da zona dos 2600 pontos (que agora serve de resistência) leva os 2530 pontos sejam a "última chance" de suporte.

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados.

Partilhar:
Voltar

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 82% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor . Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 82% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 82% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

×