Destaques das Matérias-primas – Petróleo, Soja, Açúcar, Paládio

11:41 30 de março de 2021
Petróleo
  • Foi retomada a circulação no Canal de Suez após um bloqueio de uma semana. A desobstrução da via navegável exerceu uma pressão descendente sobre os preços, mas o crude acabou por conseguir terminar a subida de ontem
  • A Arábia Saudita quer que os cortes na produção atuais sejam alargados. A Rússia pode opor-se à ideia
  • De notar que o atual défice de 3 mbpd está a ser apoiado por cortes na produção na Arábia Saudita. A Arábia Saudita pode estar a produzir até 1,5 mbpd menos em comparação com a sua produção normal
  • A decisão de continuar com um corte voluntário de 1 mbpd será feita na quinta-feira
  • Não há risco iminente de o petróleo iraniano regressar ao mercado

O petróleo volta a negociar num ponto técnico importante, após um ressalto na área de 60 dólares. A OPEP+ pode potencialmente decidir trazer de volta, pelo menos temporariamente, alguma produção, o que pode fazer baixar os preços para a área de 63 dólares. A recuperação desta área pode resultar num padrão inverso de cabeça e ombros como traçado no gráfico. Por outro lado, a queda em direção à área de 60 dólares pode resultar num padrão de duplo fundo. Fonte: xStation5

Soja

  • Grande queda nas reservas dos EUA impulsionada pelo aumento do consumo interno e aumento das exportações para a China
  • Se a China continuar a aumentar as importações de soja americana, as reservas americanas podem ficar completamente destruídas. Os inventários já se encontram em níveis extremamente baixos
  • As reservas finais dos EUA permanecem em níveis extremamente baixos enquanto as reservas para utilização caíram para 5%

A situação fundamental nos Estados Unidos indica que os preços da soja podem continuar a subir, devido à oferta limitada. Fonte: Bloomberg, USDA, XTB

As estimativas da Bloomberg apontam para que os rácios entre os stocks de milho e soja em termos globais depreciem. Isto significa que o super-ciclo sobre essas mercadorias pode ainda não ter terminado. Fonte: Bloomberg

A Soja pode estar a dirigir-se para a primeira queda mensal desde maio de 2020. O posicionamento líquido começa a cair de níveis extremamente elevados. A correção em 2011, iniciada após terem sido atingidos máximos recordes e o posicionamento ter atingido níveis igualmente extremos, viu o preço cair 1.800 cêntimos por alqueire, para um nível de 1.350 cêntimos por alqueire. Fonte: xStation5

Açúcar

  • Os preços do açúcar caem no meio da última correção no mercado do petróleo
  • A descida dos preços do petróleo leva a uma menor procura de biocombustíveis. Isto significa que há mais açúcar disponível para consume
  • O comércio de açúcar abaixo da zona de preços-chave. No entanto, os padrões sazonais sugerem uma potencial recuperação dos preços em maio
  • Isto está relacionado com as entregas de mercadorias no Brasil, uma vez que os portos do país estão a ser utilizados para a exportação de soja, diminuindo o potencial de exportação de açúcar
  • As maiores entregas de açúcar têm lugar em maio - em teoria o preço pode sofrer uma maior queda se não houver problemas com as entregas ou com o tempo
  • Além disso, na sequência de fortes ganhos recentes no mercado da soja combinados com a desvalorização do BRL, a competitividade da soja brasileira aumentou significativamente. Pode encorajar alguns agricultores a mudar para a soja do Brasil

As recentes quedas no mercado do petróleo têm um impacto negativo no preço do açúcar. Além disso, o BRL permanece muito barato, o que significa que os produtores não veem razões para limitar as exportações. O posicionamento permanece muito plano, mas assemelha-se à situação de 2016, quando se atingiu um pico local no mercado do açúcar. No entanto, a recuperação potencial dos preços pode ter lugar em maio, quando os problemas de entrega podem tornar-se um fator importante. Fonte: xStation5

Paládio

  • O Paládio faz uma enorme correção de 200 dólares após recente comício de preços
  • A resistência do intervalo comercial do semestre anterior de $2.500 é um apoio fundamental
  • O Paládio experimentou poucos períodos de consolidação longos e o atual pode ser semelhante ao de 2013
  • A Platina continua a ser uma alternativa mais barata ao Paládio, o que pode ser um fator chave para limitar mais aumentos da procura de paládio

O desempenho recente do preço do Paládio pode assemelhar-se ao que aconteceu exatamente há um ano atrás. Por outro lado, a situação fundamental parece apoiar preços mais elevados. Fonte: xStation5

A Nornickel insinuou um equilíbrio entre a procura e a oferta de Paládio em 2021. Por outro lado, as inundações de minas que ocorreram este ano podem limitar a produção da empresa em 15-20%. A Nornickel é o maior produtor mundial de Paládio. Os comerciantes devem também ter em mente que potenciais problemas podem surgir na África do Sul tal como há um ano atrás (não só devido à Covid-19, mas também à escassez de energia). Fonte: Norníquel

Partilhar:
Voltar

Negociar CFDs em uma base alavancada envolve uma quantidade significativa de risco. Eles podem não ser adequados para todos, por isso, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

Forex e CFDs são produtos alavancados e podem resultar em perdas que excedem seus depósitos. Por favor, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

As perdas podem exceder os depósitos