O que podemos esperar do relatório do NFP❓

10:45 7 de outubro de 2021

📆 O relatório do NFP será divulgado sexta-feira às 13:30

Os mercados têm assistido a períodos de elevada volatilidade nos últimos tempos. O rally no petróleo e no gás natural pressionou ainda mais os mercados. No entanto, o grande acontecimento desta semana será o relatório do NFP para Setembro. Este relatório será dos mais importantes, pois pode ter impacto na estratégia atual da Fed.

Porque é importante o próximo relatório de emprego?

A evolução do emprego nos EUA tem vindo a preocupar os investidores e os decisores de política monetária. O relatório do NFP que será divulgado amanhã às 13h30, é um pouco mais importante do que os relatórios anteriores. A Fed disse durante a sua última reunião que, se o mercado de trabalho continuar a recuperar como esperado, a Fed poderia alterar a atual política monetária já nos próximos meses. Embora ainda não esteja ainda definido, os recentes dados do ADP apresentaram um crescimento sólido no lado do e pode criar uma perspetiva positiva para o relatório que será divulgado na sexta-feira. O mercado espera que o relatório do NFP apresente um aumento de 470 mil novos empregos em Setembro e que a taxa de desemprego diminuiu de 5,2% para 5,1%.

Dados sobre o último relatório do ADP e do índice ISM

Embora o relatório do ADP tenha vindo a perder a sua correlação com o relatório do NFP, o último relatório de Agosto acabou por estar em linha com os dados do NFP. Além disso, o subíndice de emprego da indústria transformadora do ISM subiu novamente acima do limiar dos 50  pts em Setembro, sinalizando que mais de metade dos inquiridos arranjou emprego no mês anterior. O subíndice para o setor dos serviços foi ligeiramente inferior em comparação com Agosto, mas ainda permanece no território de expansão.

  • ADP: 568 mil vs 428 mil 

  • Emprego na indústria transformadora do ISM: 50.2 vs 49.0 

  • Emprego nos serviços ISM: 53.0 vs 53.7 

Vários indicadores sinalizam que o mercado laboral continua a crescer nos EUA e o relatório de amanhã do NFP poderá alimentar ainda mais essa ideia. Além disso, os decisores de política monetária estarão também atentos à divulgação do relatório para decidirem se irão dar início ao tapering já na próxima reunião de Novembro.

Mercados mais expostos às atuais circunstâncias: EURUSD e GOLD

Se os dados do NFP superarem as expectativas e se a reação dos índices bolsistas for negativa, devido à ameaça da Fed começar a reduzir os estímulos à economia, através da redução do programa de compra de ativos. Então, o  dólar americano poderá voltar a recuperar terreno, enquanto que as yieds poderão disparar e pressionar os metais preciosos.

O EURUSD tem vindo a ser negociado em baixa há já algum tempo, principalmente devido ao fortalecimento do dólar americano. O par está a tentar recuperar parte das recentes quedas para mínimos dos últimos 14 meses (1,1525), mas a estrutura de tendência de baixa permanece intacta. No caso de surgir um movimento acima do limite superior da estrutura perto dos 1,1607, o movimento de alta poderá intensificar-se. No entanto, se os dados do NFP revelaram-se positivos, então o dólar poderá recuperar força e poderá voltar a pressionar o par em direção à marca dos 1.1500.

Fonte: xStation5

Analisando o gráfico do OURO, podemos ver que o preço do metal precioso tem vindo a recuperar recentemente acima da linha de tendência de baixa. No entanto, o preço tem vindo a ser negociado de forma lateralizada perto dos $1,750 e $1,766. Note-se que o limite superior desta zona coincide com o limite superior da estrutura e enquanto essa zona não for quebrada, torna-se prematuro assumir que a tendência de baixa já terminou.

Se os dados do NFP saírem acima das previsões, o preço do ouro poderá voltar a ficar pressionado novamente, uma vez que iria aumentar as probabilidades da Fed alterar a atual política monetária em breve. Nesse cenário, a zona de suporte de curto prazo pode ser marcada pelos $1,750.

Fonte: xStation5

Partilhar:
Voltar

Forex e CFDs são produtos alavancados e podem resultar em perdas que excedem seus depósitos. Por favor, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

As perdas podem exceder os depósitos