⛽ Petróleo -Ainda há espaço para mais ganhos?

12:14 13 de janeiro de 2021

Os preços do petróleo aumentaram mais de 10% ao longo deste ano. Será que existe espaço para mais ganhos?

O preço do petróleo continua em alta, iniciado no final de outubro de 2020. Apesar da deterioração da situação da pandemia em todo o mundo, o petróleo já valorizou mais de 50% em comparação com os mínimos atingidos em Novembro. Quais são as razões por trás deste "rally"? Será que aind aexiste a possibilidade de prolongar estes ganhos? Tentaremos encontrar respostas para essas perguntas.

Fatores positivos para o Petróleo:

  • Enfraquecimento do dólar americano - o dólar americano desvalorizou significativamente desde as eleições presidenciais nos EUA

  • O enfraquecimento do USD e a tendência de alta no mercado de petróleo anunciam a entrada de um grande estímulo dos EUA - Joe Biden pretende fornecer trilhões de dólares para apoiar a economia, incluindo pagamentos diretos aos cidadãos

  • A procura na Ásia - China tem vindo adquirir grandes quantidades de matérias-primas , incluindo petróleo, desde que a pandemia de coronavírus atingiu o mundo ocidental

  • Vacinas - as vacinas contra o coronavírus chegaram muito mais cedo do que o esperado, sugerindo que o "retorno ao normal" também pode ocorrer mais cedo

  • Limites de produção da OPEC + - produtores de petróleo decidiram não elevar as cotas de produção, enquanto a Arábia Saudita se comprometeu a limitar ainda mais a sua produção devido à incerteza da procura

  • Hedging da inflação - 2021 deve trazer retorno da inflação e o aumento dos preços das matérias-primas deve ser um dos fatores que contribui.

Fatores negativos para o Petróleo:

  • Incerteza da pandemia - apesar do grande estímulo e do início da vacinação, a incerteza relacionada à pandemia permanece

  • Mobilidade - as restrições ao coronavírus continuam a limitar a mobilidade em todo o mundo, o que tem um impacto negativo na procura

  • Potencial sell-off em Wall Street - as avaliações das ações dos EUA estão altamente alavancadas, o que cria um risco de correção. Nesse cenário, ganhos do dólar podem impactar negativamente o preço do petróleo

  • Mudanças na indústria automóvel- maior desenvolvimento e adoção de veículos elétricos podem limitar a procura por veículos com motor de combustão devido a regulamentações ambientais

Será que existe espaço para mais ganhos?

Os preços do petróleo aumentaram mais de 10% até este ano. Cada vez mais instituições projetam que os preços podem recuperar até aos US $ 65-70 por barril. Por um lado, a OPEC está preocupada com a procura no curto prazo. Por outro lado, a EIA prevê que a procura começará a aumentar a partir de meados de 2021 e ao longo de 2022. No entanto, espera-se que 2022 seja o último ano de aumento ano a ano na procura de petróleo.

A EIA prevê um enorme déficit no mercado de petróleo no primeiro semestre de 2021. Espera-se que a procura e a oferta se equilibrem até o final de 2022. Fonte: EIA

A curva de futuros do petróleo mudou muito. Ao longo de um mês, os spreads de 6 e 12 meses aumentaram significativamente. O backwardation ainda não é extremo (6 e 12 meses), portanto há espaço para os preços aumentarem alguns dólares adicionais por barril. O posicionamento especulativo é moderado e ainda não está a indicar nenhum sinal de alerta. Por outro lado, o spread entre os contratos de junho e dezembro mostra que o petróleo pode estar a começar a dar sinais de sobrevalorização.

Spread janeiro-junho (linha branca), spread janeiro-dezembro (linha amarela), spread junho-dezembro (linha verde). Fonte: Bloomberg

Análise técnica

O Petróleo Brent subiu em direção a uma importante zona de resistência. No entanto, ainda há algum espaço para ganhos até que a resistência chave de curto prazo na área de $ 60 seja alcançada (retração de 78,6% e limite superior do canal). O RSI mostra que esta matéria-prima está sobrecomprada, mas os padrões sazonais sinalizam que estamos próximos da baixa sazonal e o pico deve ser alcançado por volta de 10 de fevereiro. Fonte: xStation5

Partilhar:
Voltar

Negociar CFDs em uma base alavancada envolve uma quantidade significativa de risco. Eles podem não ser adequados para todos, por isso, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

Forex e CFDs são produtos alavancados e podem resultar em perdas que excedem seus depósitos. Por favor, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

As perdas podem exceder os depósitos