Processo de impeachment de Trump - será que importa?

10:38 11 de janeiro de 2021
  • Os democratas vão tentar destituir Trump antes do final do seu mandato

  • A aplicação da 25ª emenda será pouco provável de acontecer

  • O processo de impeachment não terminará antes de Trump deixar a Casa Branca

  • A condenação pode proibir Trump de concorrer à presidência em 2024

  • Impacto mínimo no mercado

O cerco da semana passada ao Capitólio e a recusa inicial de Trump em condenar a violência deram início a uma discussão de que pode ser muito perigoso deixar o atual presidente dos EUA permanecer no cargo até o final de seu mandato. Muitos políticos, principalmente democratas, começaram a questionar a saúde mental de Trump e continuaram a lembrar que Trump ainda tem controlo sobre o arsenal nuclear dos EUA.

Os democratas na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos vão votar hoje uma resolução pedindo ao vice-presidente Pence que invoque a 25ª emenda, que permite destituir o presidente do cargo por incapacidade de cumprir suas obrigações. Neste caso, os democratas afirmam que o comportamento de Trump durante o ataque da semana passada ao Capitólio faz com que a sua estabilidade mental parecer questionável. Embora Pence não tenha comentado sobre esses planos, fontes da imprensa dizem que ele se opõe à ideia. Nesse caso, os democratas pretendem lançar o segundo processo de impeachment de Donald Trump com base nas acusações de insurreição. No entanto, é aqui que os obstáculos começam. É improvável que o Senado trabalhe no assunto antes de 19 de janeiro, que também é o último dia de Trump no cargo.

Como Trump não será destituído do cargo antes do final de seu mandato, ele não perderá o controlo sobre o arsenal nuclear dos Estados Unidos ou a capacidade de declarar guerra. No entanto, existem alguns fatores que poderiam justificar empurrar com o impeachment de qualquer maneira. O primeiro é o fato de que o cerco ao centro da democracia dos Estados Unidos foi um evento sem precedentes e deixar de condenar tal ato foi simplesmente errado e Trump deveria ser punido. Também há um fator político nisso - mesmo que o Congresso condene Trump muito depois do  seu mandato terminar, ele não poderá concorrer à presidência em 2024.

Impacto nos mercados

Embora toda a situação seja séria, não deve ter um grande impacto nos mercados. Por quê? Trump já está programado para deixar o cargo na próxima semana e o processo de impeachment não vai mudar isso. Invocar a 25ª Emenda poderia encerrar o mandato de Trump mais cedo, mas é uma opção altamente improvável. Embora impedir Trump de concorrer à presidência em 2024 pareça significativo, deve-se notar que agora ele tem muitos inimigos no Partido Republicano e que ganhar a indicação para a corrida em 2024 parece improvável. Embora ele pudesse concorrer como candidato independente, tal movimento apenas roubaria votos dos republicanos e aumentaria as chances dos democratas em futuras eleições. Os procedimentos de impeachment podem ter algum impacto nos mercados se o Senado começar a trabalhar no assunto antes da posse de Biden, já que em tal cenário, Biden não poderá nomear seu Gabinete por algum tempo e a aprovação de um novo pacote de alívio económico seria adiada. No entanto, o estímulo virá mais cedo ou mais tarde, então há uma grande chance de que ele também seja minimizado.

Os índices dos EUA acabaram por não ter nenhuma reação duradoura durante o ataque da semana passada ao Capitólio, nem ao anúncio de que os democratas tentarão destituir Trump antes do final do seu mandato. A retração de hoje nos índices de ações globais pode ser atribuída às recentes ações dos EUA que arriscam uma deterioração ainda maior nas relações com a China. No entanto, o US500 está a ser negociado a menos de 1% junto do seu máximo histórico e já começou a recuperar após testar a zona de suporte de curto-prazo nos 3.790 pontos. Um suporte chave no curto-prazo pode ser encontrado nos 3.772 pontos e é marcado com o limite inferior da estrutura e reações de preço anteriores. Fonte: xStation5

Henrique Tomé, Analista XTB

Partilhar:
Voltar

Negociar CFDs em uma base alavancada envolve uma quantidade significativa de risco. Eles podem não ser adequados para todos, por isso, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

Forex e CFDs são produtos alavancados e podem resultar em perdas que excedem seus depósitos. Por favor, certifique-se de entender completamente todos os riscos. Esta página não foi criada para investidores residentes no Brasil. Esta corretora não é autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários ("CVM"), mas é regulada por supervisores fora do Brasil. O conteúdo desta página não é caracterizado como uma oferta de investimento no Brasil ou para investidores residentes nesse país.

As perdas podem exceder os depósitos