Dados referentes ao NFP: devem os mercados estar preocupados após os fracos dados do ADP?

12:00 7 de janeiro de 2021
  • Lançamento do relatório do NFP na sexta-feira, 13:30

  • Mercado espera aumento de 100 mil novos empregos não-agrícola

  • ADP mostrou queda inesperada

  • As reações dos mercados podem ser limitadas

O relatório NFP de dezembro (sexta-feira, 13h30) é um dos principais lançamentos da semana. O consenso do mercado espera um aumento de 100 mil novos emprego nos EUA, após uma adição de 245 mil em novembro. No entanto, o relatório da ADP divulgado na quarta-feira apontou para uma queda inesperada de 123 mil. Existem motivos para se preocupar com a situação da maior economia do mundo?

Os dados do ADP mostraram o impacto das restrições à pandemia

O relatório da ADP sinalizou uma queda de 123 mil no emprego no setor privado dos EUA contra um aumento esperado de 88 mil. 18 mil empregos foram perdidos no stor da indústria de transformação e 105 mil quedas no setor de serviços. Grandes empresas (mais de 500 funcionários) e pequenas empresas (menos de 50 funcionários) reduziram o número de empregos em 160 mil em dezembro. Acabando por ser parcialmente compensado por 37 mil empregos adicionados por empresas de médio porte (50-499 funcionários). Um ponto a notar é que os cortes de empregos no setor dos serviços foram mais ou menos limitados a duas categorias - "Comércio, Transporte e Utilidades" e "Lazer e Hotelaria". Dito isso, é evidente o impacto das restrições recentemente reimpostas ao coronavírus em muitas partes dos Estados Unidos sobre os dados. No entanto, isso pode não ser tão preocupante quanto se poderia pensar.

As perdas no empregos em dezembro foram limitadas a pequenas e grandes empresas, de acordo com dados da ADP. Os serviços tiveram o maior crescimento. Fonte: ADP

Será a esefera política um fator-chave?

O ponto mais importante a considerar é o facto do pacote de ajuda económica dos EUA foi aprovado no final de dezembro, portanto, os relatórios do ADP e do NFP estão a contabilizar o seu impacto. Como as empresas receberão mais apoio do governo, elas não podem ser forçadas a cortar mais empregos. Além disso, uma mudança no cenário político dos EUA pode levar a ainda mais estímulos. Os democratas conquistaram o controlo do Congresso e isso tornará a aprovação de novas leis muito mais fácil. Os investidores devem ter em mente que foram os republicanos que optaram por um acordo de estímulo mais reduzido do que o previsto, enquanto os democratas optaram por grandes e amplos pacotes de estímulos. Há uma grande chance de que os democratas comecem rapidamente a trabalhar num novo pacote de apoio do governo e esta pode ser a razão pela qual os mercados negligenciaram os dados negativos do ADP divulgados na sessão de ontem.

O que se espera do relatório do NFP e como é que os mercados poderão reagir?

A estimativa do mercado aponta para um aumento de 100 mil no nível de emprego nos EUA em dezembro. Os dados compilados pela Bloomberg é bastante amplo, com -400k a ser a estimativa mais baixa e + 250k a ser a mais alta. Os riscos tendem assumir o lado mais negativo após dados fracos divulgados no ADP. No entanto, os mercados podem olhar para além da leitura desastrosa devido às razões mencionadas acima. Além disso, vimos algumas vezes nos últimos meses que o mercado frequentemente trata as más notícias como boas notícias, sugerindo mais suporte fiscal. Dito isso, o lançamento do NFP é definitivamente um evento de risco a ser acompanhado, mas os investidores não se devem surpreender se a reação for silenciada no caso de surgir uma divulgação dos dados mais fracos do que o esperado.

O US500 continua a ser negociado perto de dos seus máximos históricos, apesar da divulgação dos dados negativos do ADP de ontem. A última queda foi interrompida na zona marcada pelo limite inferior da estrutura e o índice acabou por testar novamente os máximos junto à barreira dos 3.770 pontos. A área de oscilação em 3.733 pontos continua a ser um suporte chave a observar, caso as quedas surjam novamente. Fonte: xStation5

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas.

Partilhar:
Voltar

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.