Visitas de risco, à medida que desacato comercial entre EUA e China aumentam

06:57 5 de agosto de 2019

Resumo:

  • Empresa dos mídia chineses questiona se vale a pena continuar as negociações com os EUA após Trump ter imposto tarifas a Beijing  
  • Governo Chinês pediu a empresas do Estado para que parassem de comprar bens agrícolas americanos
  • Yuan chinês bate no seu valor mínimo desde a crise financeira de 2008

 

Conversas de negociação ou a falta delas

A nova semana começou com os mercados financeiros um pouco acizentados, após declarações de que Beijing está reportadamente a considerar se vale a pena continuar com as negociações com os EUA tendo em conta que Donald Trump impôs uma nova ronda de tarifas à China, em 300$ mil milhões em bens importados, de acordo com o South China Morning Post, que referiu um comentário publicado no jornal Economic Daily no Sábado. Este comentário também dizia que a China não tem interesse nenhum em políticas domésticas americanas, mas que já foi raptada para este propósito múltiplas vezes. Como os EUA continuam a introduzir novas tarifas, qual a necessidade de continuar as conversas de negociação num futuro próximo? Depende da atitude dos EUA. Lembremo-nos que o anúncio da taxa de 10% em 300$ mil milhões de bens chineses entra em efeito dia 1 de Setembro.

Enquanto isso, o governo chinês perguntou às suas empresas de Estado para suspender as importações de bens agrícolas americanos, de acordo com a Bloomberg. Isto é retaliação das tarifas anunciadas por Trump na última quinta-feira. Agora, as empresas estaduais chinesas irão parar a compra destes bens, pode-se esperar o aumento de procura destes tipo de bens no Brasil, onde os preços já iriam aumentar. Em troca, os preços agrícolas nos EUA caíram no início desta semana com o trigo a cair 1.8%, milho 1.3% e soja 0.7%.

 

Reação dos Mercados

Como resposta à escalada da guerra comercial, ninguém deveria ficar espantado com a queda nos mercados acionários, aumento de procura em bens de refúgio e sentimento geral pessimista. Como resultado dos comentários acima, o Hang Seng já escorregou 2.5%, o NIKKEI 2.3% enquanto que o S&P/ASX200 australiano já caiu 1.8%. Olhando para as matérias primas, também se consegue ver uma grande reversão de metais industriais, com o preço do ferro a cair 7% no tempo deste comentário. Preços do petróleo, de ambos os tipos, cairam pouco mais de 1% enquanto que os preços do ouro continuam a subir 0.9%, e a prata a subir 1.8%. No espaço de FX, o yen japonês está-se a destacar, subindo 0.6% contra o greenback, sinal de aumento de procura de bens de refúgio . O franco suiço está a subir 0.3% contra a moeda americana. O maior perdedor no grupo do G10 é o Aussie, a cair mais de 0.4% contra o dólar americano, enquanto que a maior perda é sentida pelo renmimbi, a cair 1.3% contra o USD – o USDCNY já cruzou 7 pela primeira vez desde a crise financeira de 2008. Último, mas também importante, investidores em títulos também estão mais ansiosos com a dívida soberana mais segura, que elevou o rendimento dos títulos americanos em 10 anos abaixo de 1,78% hoje de manhã.

O par USDJPY caiu abaixo de sua linha de suporte principal (laranja) na semana passada e este desarranjo tem que ser negado até agora. Deste ponto de vista, os bears podem olhar para 104.7 como o alvo mais próximo. Fonte: xStation5

Noutras notícias:

• O índice australiano de serviços AIG para julho caiu para 43,9 de 52,2

• Serviços chineses Caixin PMI para julho caiu para 51,6 de 52

• O PBoC disse que foi capaz de manter o yuan estável num nível razoável, acrescentando que a mais recente depreciação deveu-se ao protecionismo comercial

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados.

Partilhar:
Voltar

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

×