O que é a Análise Fundamental

BASICO - Conteúdos 1

Os dois principais tipos de análise aos mercados financeiros são a análise técnica e a fundamental.

Nesta aula, vamos abordar mais detalhadamente a análise fundamental.

Demorará cerca de: 5mins

Nesta aula, vai aprender:

  • O que é a análise fundamental
  • O papel dos bancos centrais
  • As principais diferenças entre análise fundamental e análise técnica

Os dois principais tipos de análise aos mercados financeiros são a análise técnica e a fundamental.

Nesta aula, vamos abordar mais detalhadamente a análise fundamental.

Ao contrário da análise técnica, que se foca predominantemente na movimentação dos preços, tendências e padrões que podem ajudar a prever para que lado vão oscilar os preços, os analistas fundamentais consideram todos os dados disponíveis que o podem ajudar a determinar o valor relativo de um mercado. Esses analistas olham para as discrepâncias entre o atual preço de mercado e a sua própria avaliação de forma a encontrar oportunidades de trading.

Imaginemos que pretende comprar um carro. Encontrou um modelo que gosta por $10.000, mas não sabe se este é um preço justo. Então, vai pesquisar na internet, pedir a opinião de outras pessoas, comparar esse valor com o praticado por vários concessionários de automóveis, e fazer uma pesquisa geral para avaliar se o preço é “justo” e se o carro vale aquele dinheiro.

O que faria nesta situação era essencialmente uma análise fundamental – considera todos os fatores fundamentais em jogo e decide se o preço reflete o real valor desse ativo.

Procure pistas  

Para ajudar à sua análise, os analistas fundamentais utilizam diversos dados que têm à sua disposição incluindo relatórios de lucros de empresas, eventos geopolíticos, políticas dos bancos centrais, fatores ambientais, entre outros. Procuram pistas que lhes indiquem para onde se vai dirigir o mercado no futuro.

Essas pistas encontram-se muitas vezes nos dados macroeconómicos, e é por isso que é tão importante para os traders fundamentais saber quando é que dados importantes vão ser divulgados. Os mercados tendem a focar-se nas potenciais leituras macroeconómicas mais importantes que podem afetar o mercado e torna-lo volátil.

Aqui estão alguns exemplos de divulgações de dados macroeconómicos e porque é que podem ter impacto nos mercados financeiros:

  • Inflação – A inflação é a taxa a que o nível geral dos preços de bens e serviços aumenta. Os bancos centrais tentam limitar a inflação e evitar a deflação, de forma a manter a economia dos seus respetivos países relativamente estável. Fazem-no aumentando as taxas de juro. Quando os bancos centrais anunciam um aumento das taxas, pode levar a uma valorização da sua moeda.
  • Desemprego – Dados dos mercados laborais, como os US non-farm payolls (empregos não relacionados com a agricultura), influenciam bastante os mercados financeiros e podem fazer com que os índices e forex fiquem voláteis. O relatório de emprego é divulgado na primeira sexta-feira de cada mês e representa o número total de trabalhadores dos EUA de qualquer área. O mercado é muito sensível a este tipo de dados, pela sua importância na identificação da taxa de crescimento económico e inflação.

Se esses empregos (US non-farm payrolls) estiverem em crescimento, é um bom indicador de que a economia também está em crescimento. Se os aumentos nesses empregos ocorrem de forma rápida, pode ser um indicador de que a inflação pode vir a aumentar. Se o número de empregos não relacionados com a agricultura ficar abaixo das espectativas, os traders de FX poderão vender os USD em antecipação de um enfraquecimento da moeda. Se superar as espectativas, o valor do dólar americano pode aumentar.

  • PIB – O Produto Interno Bruto é uma medida de todos os bens e serviços produzidos num determinado período de tempo. Os investidores e banqueiros centrais olham para o crescimento do PIB e veem se a economia está a ficar mais forte. À medida que a economia cresce, as empresas geram mais lucro e as pessoas ganham mais, o que leva a um crescimento dos mercados e a um fortalecimento da moeda.

A influência das publicações macroeconómicas nos mercados está muito dependente das espectativas do mercado. Geralmente, quanto maior a diferença entre as espectativas e a realidade, maior é a reação. Se um mercado espera que o banco central aumente as taxas de juro e o banco o faz, a reação é “incluída” (“priced in”) e as negociações continuam como normalmente. Quando uma divulgação surpreende o mercado, poderá provocar maior volatilidade.

Pode manter-se informado sobre todas as publicações de dados fundamentais com o nosso abrangente calendário económico. O efeito no mercado depende da comparação entre a verdadeira leitura dos dados macroeconómicos e as espectativas de mercado; quanto maior a diferença, maior o efeito no mercado. Pode manter-se informado sobre todas as publicações de dados fundamentais com o nosso abrangente calendário económico. Cada publicação e categorizada como Alta, Média ou Baixa, relativamente ao impacto e potencial deflagração na volatilidade do mercado.

OS bancos centrais mandam no mundo

Como já mencionado, um dos fatores mais importantes da análise fundamental é a política monetária seguida pelos bancos centrais. Taxas de juro, operações de mercado aberto e intervenções dos bancos centrais vão influenciar as condições de mercado e são monitorizadas em detalhe pelos analistas financeiros e traders. Alguns dos bancos centrais que mais influenciam os mercados são a Reserva Federal (EUA), o Banco de Inglaterra (Reino Unido), Banco Central Europeu (UE) e o Banco do Japão (Japão).

Tomemos a seguinte situação como exemplo. A economia dos EUA cresceu 3% no primeiro trimestre de 2017 e a inflação moveu-se ligeiramente para 2.5% numa comparação anual. A Fed decidiu aumentar as taxas de juro. As taxas de juro sobem, e, por isso, os traders decidem investir em USD, uma vez que deverá gerar um maior retorno. Tal vai fazer com que haja maior procura de dólares americanos, o que origina um aumento de preços.

Não apenas bancos e dados

A análise fundamental também inclui as influências externas que possam afetar o valor de um instrumento ou o movimento de um preço. Desastres naturais, como cheias ou sismos, podem ter um enorme impacto na força fundamental de um ativo. Por exemplo, a explosão de uma conduta pode levar a um aumento no preço do petróleo, uma vez que se torna mais difícil transportar e comprar essa matéria prima. Num caso semelhante, entraria numa posição longa e compraria Óleo utilizando CFDs e lucrando com cada aumento de preço.

Outro ponto de vista

  • Ao contrário da análise técnica, que se foca principalmente nos movimentos de preço e tendências, a análise fundamental utiliza todos os dados disponíveis para determinar o valor de um instrumento.
  • Enquanto os analistas técnicos acreditam que toda a informação de que precisam está no gráfico, os analistas fundamentais olham para outros aspetos, tais como fatores políticos, sociais e económicos, dados macroeconómicos e ganhos de empresas.
  • As análises fundamental e técnica não têm de se excluir mutuamente; de facto, alguns dos traders mais bem-sucedidos dizem que é necessário utilizar uma mistura das duas análises.

BASICO conteúdos:

Teste os seus conhecimentos numa conta demo na xStation

TESTAR A DEMO

próximo curso: Análise Técnica

O que é a Análise Técnica? Saiba como tirar partido desta ferramenta.

COMEÇAR O CURSO

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

Os CFDs são PRIIPS, a sua compreensão poderá ser difícil e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 77% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A.

×