Suporte e resistência

  • Análise técnica
4 minuto(s)

Há dois termos com os quais se vai cruzar na sua jornada de trading, em particular na análise técnica: são eles os níveis de "suporte" e de "resistência". Mas o que significam estes termos e como é que se aplicam às suas negociações?

Nesta aula, vai aprender:

  • Como identificar níveis de suporte e resistência
  • Como distinguir uma recuperação e uma rutura (bounceback e breakthrough)
  • Porque é que certos níveis podem fornecer alturas interessantes para entrar no mercado

Há dois termos com os quais se vai cruzar na sua jornada de trading, em particular na análise técnica: são eles os níveis de "suporte" e de "resistência". Mas o que significam estes termos e como é que se aplicam às suas negociações?

Suporte

Um nível de suporte encontra-se abaixo do atual preço de um instrumento e tende a ser o nível no qual os preços em queda encontram um apoio. Isto significa que é mais provável que o preço "ressalte" neste nível, em vez de o atravessar. Por exemplo, se notar que um mercado tem dificuldades em descer abaixo de um nível específico, significa que identificou um suporte. A regra generalizada é que os níveis de suporte têm tendência a impedir que os preços caiam para valores mais baixos - o mesmo é dizer que apoiam esses preços. Os níveis de suporte acontecem por inúmeras razões - essencialmente, trazem compradores de volta ao mercado como um nível psicológico: "O preço deste mercado não deve cair mais, por isso vou entrar com uma posição longa".

Um nível de resistência encontra-se acima do atual preço de um instrumento e age como um teto máximo para os preços que estejam a subir. Os níveis de resistência - o oposto de um nível de suporte - significam que o preço tem mais tendência a cair desse nível do que a ultrapassá-lo. A regra generalizada é que os níveis de resistência têm tendência a impedir que os preços aumentem mais e agem como um teto de resistência desse preço. Essencialmente, encorajam os traders a bloquear os seus lucros e atraem vendedores de volta ao mercado: "Acho que os preços de mercado não vão aumentar mais, por isso vou fechar a minha posição e vender".

Como identificar níveis de suporte e resistência

Existe uma enorme variedade de ferramentas e métodos analíticos que ajudam a identificar níveis de suporte e resistência, que incluem:

  • Tetos máximos e mínimos anteriores
  • Padrões de vela 
  • Médias de movimento 
  • Linhas de tendências
  • Faixas da análise de Bollinger
  • Retração de Fibonacci

Níveis a observar

Quando se ultrapassam os níveis de suporte ou resistência, ocorre tipicamente uma recuperação (bounceback) ou uma rutura (breakthrough) – até que se encontre outro nível de suporte ou de resistência. Por exemplo, o EUR/USD pode ter dificuldades em ultrapassar os 1,15; pode testar esta barreira duas ou três vezes até regressar a valores inferiores, ou pode acabar por ultrapassar esse valor.

Uma recuperação (bounceback) é uma situação na qual um ativo regressa de um nível que havia sido identificado como de resistência ou de suporte. Observe o gráfico abaixo: foi difícil para o WTI ultrapassar os 55 dólares por barril. O preço fez ricochete umas quantas vezes e, mais tarde, recuou desse nível, fazendo descer o preço dessa matéria prima em 7 dólares num período de tempo relativamente curto.

Se por um lado é mais provável ocorrer uma recuperação que uma rutura, esta última será um sinal de que o mercado pode vir a reverter tendências pelo menos no curto prazo.

Uma rutura é um momento importante no trading, pois leva normalmente a um aumento rápido na volatilidade. Como mostrado no gráfico abaixo, o par teve dificuldade em descer abaixo de 1,35, mas quando finalmente conseguiu, houve uma queda rápida.

Mais ainda, quando um nível de suporte é ultrapassado, torna-se o novo nível de resistência e quando um nível de resistência é ultrapassado, torna-se o nível de suporte.

Olhemos para o par USD/MXN. 20,00 era um nível crucial para o qual muitos traders olhavam. Depois de o ultrapassar, o par aumentou dois valores e chegou a um máximo histórico de 22,00. No entanto, desde então, iniciou-se um período de declínio. O USD/MXN caiu abaixo de 20,00, houve um reteste (um nível de suporte converteu-se em resistência), não foi possível voltar a quebrar esse teto e depois seguiu em sentido descendente. Esta é uma situação típica que vale a pena procurar, pois oferece aos traders inúmeras oportunidades para aderir à tendência. Numa situação semelhante, o trader podia ter vendido o par depois do reteste de 20,00.

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro. A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro. A XTB, S.A. - Sucursal em Portugal não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros. A XTB não aceitará a responsabilidade por qualquer perda ou dano, incluindo, sem limitação, qualquer perda que possa surgir direta ou indiretamente realizada com base nas informações contidas na presente comunicação comercial. Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros, e qualquer pessoa que atue com base nesta informação fá-lo inteiramente por sua conta e risco.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.