Tipos de gráficos

  • Análise técnica
4 minuto(s)

A análise técnica concentra-se predominantemente no uso de gráficos. Para começar a analisar gráficos, é muito importante que perceba que tipo de gráficos podem ser utilizados para prever movimentos de mercado e como diferentes gráficos são construídos.

Nesta aula, vai aprender:  

  • A diferença entre gráficos de linhas, de barras e de velas
  • Que tipo de gráfico é melhor para quem está a começar
  • Que tipo de gráfico fornece informações mais abrangentes sobre o movimento de preço

A análise técnica concentra-se predominantemente no uso de gráficos. Para começar a analisar gráficos, é muito importante que perceba que tipo de gráficos podem ser utilizados para prever movimentos de mercado e como diferentes gráficos são construídos. Os três tipos de gráficos mais conhecidos são:

  • Gráfico de Linhas
  • Gráfico de Barras (OHLC)
  • Gráficos de Velas

Gráficos de Linhas

Os gráficos de linha são provavelmente o formato mais simples de gráfico no que toca aos mercados financeiros, utilizados, no passado, por traders de ações. Baseiam-se nas linhas que são desenhadas de um preço de fecho ao preço de fecho seguinte. Estes gráficos são uma forma fácil de mostrar o movimento geral do preço de um mercado num dado período de tempo. Pela sua simplicidade, os gráficos de linhas também ajudam a reconhecer os padrões técnicos e são muitas vezes preferidos por principiantes. Se procura iniciar a sua jornada nos mercados financeiros, treinar com gráficos de linhas é um bom ponto de partida.

Gráfico de Barras

Ao contrário dos gráficos de linha, que apenas fornecem os preços de fecho de um instrumento, os gráficos de barras oferecem os preços de abertura e fecho, bem como os máximos e mínimos para esse período. A parte de baixo da barra mostra o preço mais baixo negociado no período de tempo escolhido, enquanto o topo indica o preço mais elevado que foi pago. A barra inteira representa o percurso de trading a partir de um período específico de tempo. Os preços de abertura e de fecho são representados pelas marcas horizontais da esquerda para a direita e pela barra vertical, respetivamente.

Existem dois tipos de barras que podem aparecer num gráfico. Um método comum de classificar as barras verticais é mostrar a relação entre os preços de abertura e de fecho num só intervalo de tempo, como barras ascendentes (bull) ou descendentes (bear), como se pode ver abaixo.

Os gráficos de barras apresentam dados de forma individualizada, sem relacionar preços a preços conexos. Cada conjunto de preços é um campo único, que mostra como o preço se comportou num período de tempo específico. Reconhecer padrões de trading pode ser um pouco mais complexo comparativamente a gráficos de linhas, mas o gráfico de barras fornece-lhe toda a informação necessária sobre um certo intervalo de tempo.

Gráficos de velas

Tal como os gráficos de barras, os gráficos de velas apresentam a mesma informação, mas com uma disposição visual bastante mais acessível. Também como as barras, as velas referem-se às oscilações dos níveis de preço de abertura e fecho. O preço mais alto é indicado com uma sombra em cima, e o preço mais baixo é mostrado pela sombra mais abaixo. Quando mais longo for o corpo, mais intensa é a pressão para comprar ou vender. Isto significa que quanto mais comprido for o corpo, maior foi a mudança de preço. Inversamente, velas pequenas indicam poucas mudanças de preço e representam um momento de consolidação - um período em que o mercado permanece calmo.

A única diferença é a construção do corpo. Nos gráficos de barra, os níveis de abertura e fecho são ilustrados com as marcas horizontais da esquerda para a direita. Nas velas, é o corpo (o meio) que mostra se foi uma vela em crescimento (bullish) ou em queda (bearish). Tipicamente, o corpo será preto se a moeda ou o CFD tiver fechado a um preço inferior ao de abertura. Por outro lado, uma vela branca representa um movimento positivo do mercado (o preço fechou acima do preço de abertura). No entanto, é importante lembrar que estas cores variam entre diferentes plataformas e que as pode ajustar tanto na xStation5 como na MT4.

Comparativamente aos tradicionais gráficos de barras, muitos traders consideram os gráficos de velas mais apelativos e fáceis de interpretar. Cada vela permite-lhe interpretar o preço de uma ação de forma fácil; pode, de imediato, comparar a relação entre os preços de abertura e de fecho, bem como os preços mais altos e mais baixos. As informações sobre a relação entre a abertura e o fecho são consideradas vitais e são a essência deste tipo de gráficos.

O que funciona melhor para si?

Como pode ver, existem três tipos de gráficos utilizados por traders. Cada um deles tem as suas vantagens e desvantagens. Para que a sua atividade de trading tenha sucesso, deve utilizar aquele que melhor se adeque a si. Os principiantes podem começar por gráficos de linhas e padrões de trading básicos; os traders mais experientes, por outro lado, podem utilizar gráficos de velas para melhor desenvolver as suas estratégias de trading. Além disso, as nossas plataformas de trading incluem ainda outros gráficos como o Heikin-Ashi.

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro. A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro. A XTB, S.A. - Sucursal em Portugal não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros. A XTB não aceitará a responsabilidade por qualquer perda ou dano, incluindo, sem limitação, qualquer perda que possa surgir direta ou indiretamente realizada com base nas informações contidas na presente comunicação comercial. Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros, e qualquer pessoa que atue com base nesta informação fá-lo inteiramente por sua conta e risco.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.