Carry Trade

  • Começar a negociar
6 minuto(s)

Existem muitos traders com visões diferentes do mercado, por isso não é uma grande surpresa que existam muitas estratégias de trading diferentes. Alguns preferem investimentos a longo-prazo, e outros preferem focar-se em fazer scalping ou em negociar a cada dia. Alguns consideram que os padrões e indicadores técnicos são a melhor forma de analisar o mercado, e outros veem a análise fundamental como mais valiosa. No entanto, apesar de ser verdade que cada abordagem pode levar a lucros, não é possível afirmar com toda a certeza que um par ou um índice se vai mover numa direção específica. Mas e se lhe dissermos que existe uma estratégia muito interessante que pode ser lucrativa mesmo se a taxa de câmbio permanecer inalterada? O carry trade é a resposta.

Com esta aula, vai aprender:

● O que é a estratégia de carry trade e quais os seus prós e contras

● Quais as regras que vale a pena seguir quando se utiliza esta estratégia

● Como utilizar o swap diário para maximizar o seu potencial lucro

Existem muitos traders com visões diferentes do mercado, por isso não é uma grande surpresa que existam muitas estratégias de trading diferentes. Alguns preferem investimentos a longo-prazo, e outros preferem focar-se em fazer scalping ou em negociar a cada dia. Alguns consideram que os padrões e indicadores técnicos são a melhor forma de analisar o mercado, e outros veem a análise fundamental como mais valiosa. No entanto, apesar de ser verdade que cada abordagem pode levar a lucros, não é possível afirmar com toda a certeza que um par ou um índice se vai mover numa direção específica. Mas e se lhe dissermos que existe uma estratégia muito interessante que pode ser lucrativa mesmo se a taxa de câmbio permanecer inalterada? O carry trade é a resposta.

O que é exatamente o carry trade

O carry trade é uma estratégia interessante de longo prazo que tem origem nas diferenças entre as taxas de juro de todo o mundo. É uma estratégia na qual um investidor vende uma moeda com uma taxa de juro relativamente baixa e utiliza os fundos para comprar outro par com um juro mais alto. De acordo com esta estratégia, o trader está disposto a lucrar com a diferença nas taxas de juro dos dois países. Vejamos um pequeno exemplo - um trader pede emprestado ienes japoneses a um custo de quase 0%, converte-os em dólares e coloca-os num depósito com 2% de juro. Isso dá-lhe um lucro de 2% a cada ano, assumindo que a taxa de juro não se altera. E se pudesse fazê-lo com alavancagem? O lucro do seu capital seria ainda maior!

Mas não deverá esquecer o enorme risco associado a esta estratégia. Utilizando o exemplo acima, se o dólar enfraquecer significativamente em relação ao iene, essa negociação iria trazer-lhe perdas apesar da diferença positiva nas taxas de juro. Isto porque teria de pagar mais pelo iene antes de devolver a quantidade de dinheiro que pediu emprestada. Além disso, por causa da alavancagem, um movimento pequeno pode originar uma enorme queda. Por outro lado, isto não significa que esta estratégia é insensata. Com uma abordagem apropriada, pode não só beneficiar da diferença nas taxas, como também da alteração da taxa de câmbio.

Como utilizar o carry trade na prática

O ponto de partida na estratégia de carry trade é a diferença da taxa de juro de duas moedas. No mercado de FX, esta diferença está escondida por detrás do termo misterioso "swap". O swap surge devido à diferente taxa de juro overnight de cada moeda. Uma vez que as moedas são sempre negociadas em pares, tem sempre de pedir uma moeda emprestada para comprar outra, por isso tem de pagar juros desse empréstimo, mas também recebe os juros da moeda que detém. Se a diferença entre o que paga e o que recebe for positiva, qualifica-se para um net swap credit (crédito líquido de swap). Se a diferença for negativa, ou seja, se pagar mais de juro do que recebe, então a quantidade apropriada de swap será debitada da sua conta. Como pode verificar se a diferença do par escolhido vai ser positiva? Com a xStation5, tudo o que tem de fazer é clicar duas vezes no par na janela de Market Watch (Visualização de Mercado).

Como pode ver, a xStation5 calcula o valor diário do swap, que depende da posição e do volume da sua negociação. Neste exemplo, a posição longa no par AUD/JPY vai dar-lhe cerca de 1,5 euros por dia por cada lote. Por isso, se não fechar a negociação para o ano seguinte, conseguirá obter cerca de 540 EUR só com o swap. Se o mercado se mover no sentido contrário, o seu lucro ou perda será a diferença entre o ganho mencionado e uma perda do movimento de FX. Por outro lado, se o par aumentar, receberá um lucro adicional. É assim que funciona o carry trade, mas também é por isso que é uma estratégia de longo-prazo. Quanto mais tempo o par se mantiver no seu portfólio com um carry positivo, maior será o ganho.

Regras a seguir

Um exemplo do par AUD/JPY descreve como esta estratégia funciona na prática. Ainda assim, existem várias regras que vale a pena seguir que podem maximizar o seu potencial lucro. São elas:

  • Escolha o par com o spread mais alargado entre taxas de juro
  • Encontre o par com maior tendência
  • Avalie o risco e decida onde quer acionar a sua ordem de stop loss
  • Mantenha-se atento à negociação e às mudanças nas taxas

As regras 1 e 3 podem ser óbvias para um trader mais avançado, mas as regras 2 e 4 precisam de ser explicadas. Como já foi dito, a taxa de câmbio é o maior fator de risco nesta estratégia de carry trade. Não é possível evitar as alterações das taxas de fx, mas pode escolher um par que se possa mover na sua direção. O importante é que seja um movimento de longo-prazo, por isso é que escolher um par que se mova numa tendência de médio ou longo prazo é a resposta que procura. Vejamos este pequeno exemplo.

O par USD/MXN tem estado a mostrar uma tendência negativa desde o início de 2017. A primeira metade do ano trouxe um declínio considerável ao par, que acabou com um movimento descendente de 5 grandes números. Mais ainda, a posição curta no instrumento está ligada a um swap positivo, por isso o lucro dessa negociação seria ainda maior. O mercado está a mostrar uma tendência, o swap é positivo – o cary trade funcionaria perfeitamente.

xStation 5

Mas quais são os riscos deste tipo de negociação? A taxa de câmbio é o risco maior e mais importante, mas também é importante olhar para as alterações nas taxas de juro. Se os bancos centrais não mudarem a sua política, então esse risco diminui. Se a política estiver constantemente a mudar, então a diferença nas taxas também pode mudar. Como trader, deve estar sempre atento aos que os bancos centrais fazem e a quais as suas políticas. E se estiver a utilizar uma estratégia de carry trade, isto é ainda mais importante.

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro. A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro. A XTB, S.A. - Sucursal em Portugal não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros. A XTB não aceitará a responsabilidade por qualquer perda ou dano, incluindo, sem limitação, qualquer perda que possa surgir direta ou indiretamente realizada com base nas informações contidas na presente comunicação comercial. Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros, e qualquer pessoa que atue com base nesta informação fá-lo inteiramente por sua conta e risco.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.