Gráfico do dia - USDCAD (01.06.2022)

09:45 1 de junho de 2022

Espera-se que o par cambial USDCAD fique exposto a período de maior volatilidade por volta das 15:00. Os dados do ISM sobre o setor dos serviços para Maio serão  divulgados e espera-se que apresente uma ligeira deterioração, de 55,4 para 54,5. No entanto, os investidores estarão também atentos à decisão sobre as taxas de juro do Banco do Canadá. Espera-se que o banco central canadiano apresente uma subida de 50 pontos base. Esta seria a terceira subida de taxa consecutiva e a segunda subida de taxa de 50 pontos base consecutiva. Se essas expectativas forem cumpridas, então as taxas de juro no Canadá retomarão para os níveis pré-pandémicos de 1,50%. 

O  aumento da taxa de 75 pontos base parece improvável, uma vez que os comentários recentes dos membros do BoC não apoiaram a ideia e a deterioração do ambiente macroeconómico pode torná-los ainda mais prudentes. É provável que o Banco assinale que as taxas terão de aumentar ainda mais para ajudar a controlar a inflação. A questão principal é se o Banco de Portugal planeia continuar com uma subida de 50 pontos base ou se irá mudar para movimentos de 25 pontos base.

Comece a investir hoje ou teste gratuitamente uma conta demo

Abrir Conta Real TESTAR A DEMO Download mobile app Download mobile app

Ao analisarmos o gráfico do par USDCAD através do intervalo D1, podemos ver que o par tem vindo a recuar ao longo das últimas 3 semanas. O USDCAD está actualmente a testar a zona de suporte nos 1,2650 que é marcada pela média móvel de 200 períodos e pelos níveis de Fibonacci nos 61,8%. Esta zona poderá provocar um novo momentum no preço. No caso dos compradores conseguirem recuperar o controlo do preço, o movimento de alta poderá retomar. No entanto, se a força vendedora continuar a dominar, então não se pode excluir a possibilidade de um novo recuo em direção aos mínimos de 22 de Abril deste ano.Fonte: xStation5

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro. A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro. A XTB, S.A. - Sucursal em Portugal não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros. A XTB não aceitará a responsabilidade por qualquer perda ou dano, incluindo, sem limitação, qualquer perda que possa surgir direta ou indiretamente realizada com base nas informações contidas na presente comunicação comercial. Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros, e qualquer pessoa que atue com base nesta informação fá-lo inteiramente por sua conta e risco.

Partilhar:
Voltar

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 81% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.