📈 3 Mercados que deve acompanhar

16:04 21 de abril de 2022

Quais os candidatos que estão mais perto de vencer as eleições deste Domingo❓ Que impacto pode ter nos mercados❓

A segunda volta das eleições presidenciais francesas terá lugar este domingo, no dia 24 de Abril.
Apesar das probabilidades apontarem cada vez mais para uma vitória de Emmanuel Macron, vamos analisar os possíveis impactos sobre os mercados: FRA40, DE30 e EURUSD.

Pontos que nos devemos focar:

Comece a investir hoje ou teste gratuitamente uma conta demo

Abrir Conta Real TESTAR A DEMO Download mobile app Download mobile app
  • As sondagens mostram que a diferença entre Macron Le Pen continua a aumentar, tendo o presidente em exercício uma vantagem de quase 12% neste momento
  • A vitória de Macron deve ser vista como positiva para os mercados e deverá ter impacto sobre o EURUSD, bem como os índices FRA40 e DE30.
  • Por outro lado, a vitória de Le Pen poderia ver provocar algumas reações mais voláteis dos mercados, à semelhança do referendo Brexit ou da vitória nas eleições presidenciais de Trump
  • No que diz respeito a França, as eleições parlamentares marcadas para Junho serão tão importantes como as eleições presidenciais como ajudarão a moldar a política futura do país
  • As ações dos bancos franceses - Societe Generale (GLE.FR), Credit Agricole (ACA.FR) ou BNP Paribas (BNP.FR) - podem vir a registar um aumento da volatilidade
  • As ações de empresas concessionárias como Vinci (DG.FR) ou Eiffage (FGR.FR) também podem tornar-se voláteis no rescaldo das eleições, quando Le Pen prometeu nacionalizar as auto-estradas francesas
  • Le Pen prometeu aumentar os gastos com a defesa se ela ganhar as empresas de defesa - Thales (HO.FR) e Dassault Aviation (AM.FR) - serão empresas que os investidores devem acompanhar na segunda-feira
  • Há algumas preocupações de que Le Pen, se for eleita, possa envolver-se em políticas comerciais semelhantes às de Trump, o que significa uma utilização extensiva de tarifas. Sendo que estas medidas poderiam ser vistas como um risco para as empresas francesas, sobretudo no segmento de luxo LVMH (MC.FR) e Kering (KER.FR).
  • Embora Le Pen se tenha distanciado da sua anterior retórica anti-UE após a invasão russa da Ucrânia, ela ainda planeia fazer alterações na constituição para garantir que as leis nacionais tenham precedência sobre as leis da UE

Vamos analisar de perto alguns dos mercaods que poderão ficar mais expostos às eleições de Domingo:

DE30

Analisando o gráfico do DE30 através do intervalo diário, podemos ver que as quedas registadas em Fevereiro já foram completamente recuperadas. Apesar do sell-off que surgiu após a invasão russa da Ucrânia.  No entanto, os compradores ainda não conseguiram ultrapassar acima da zona de resistência a longo prazo que varia entre entre os 15.000 e 15.150 pts. No caso dos compradores conseguirem ultrapassar acima dessa zona, então poderá surgir novas subidas no índice alemão.
No entanto, os compradores precisam de garantir que conseguem ultrapassar acima da linha de tendência de baixa antes que o momentum de alta surja. Por outro lado, se os compradores não conseguirem ultrapassar acima desse obstáculo, o índice poderá recuar perto da marca dos 13.830 pts.

DE30 gráfico diário. Fonte: xStation5

FRA40

No que diz respeito ao índice francês (FRA40), conseguimos ver que o target técnico do head and shoulders que foi ativado durante o mês de Fevereiro já foi alcançado e desde então que os compradores têm conseguido recuperar o controlo do preço

Apesar do recente recuo, os preços têm se mantido estável perto da zona de suporte nos 6.435 pts que continua a suportar a tendência de alta. Enquanto o preço se mantiver acima dessa zona, não se pode excluir a possibilidade de um novo movimento de alta em direção à marca dos 6800 pts. Esta zona é marcada pela anterior zona da neckline e pela linha de tendência de baixa.

FRA40 gráfico diário. Fonte: xStation

 

EURUSD

O principal par cambial tem vindo a ser negociado em baixa há vários meses. Analisando o par através do intervalo diário (D1), podemos ver que o par está a ser negociado num canal descendente de longo prazo.
O euro tem vindo a recuperar face ao dólar americano depois de ter testado o limite inferior do canal e também tem sido suportado pelos recentes comentários mais hawkish por parte de vários membros do BCE. Se a tendência de alta continuar em direção à marca dos 1,08, então podemos vir a considerar a possibilidade de estarmos perante um duplo fundo. Se essa zona de resistência / neckline for quebrada em alta, a força compradora poderá intensificar-se ainda mais. Por outro lado, se o preço retomar abaixo da zona de suporte nos 1,0810, o movimento de baixa poderá intensificar-se em direção aos 1,0640.

EURUSD gráfico diário. Fonte: xStation

Declaração de Risco

A XTB S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas. Esteja ciente de que dados de desempenho anteriores não são um indicador fiável de desempenho futuro.

Partilhar:
Voltar

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 79% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 79% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.