Investir em ações – Como negociar ações?

Tempo estimado de leitura: 10 minuto(s)

Neste artigo:

  • Mercado acionista como instrumento financeiro
  • O que é o mercado acionista
  • Como pode comprar ações
  • Investir ou negociar ativamente?
  • Análise fundamental vs análise técnica

O investimento em ações ganhou popularidade durante o ano de 2020, após as fortes quedas registadas no mercado devido à Covid-19. Devido à pandemia, os Bancos Centrais  tiveram de introduzir estímulos à economia, com a redução das taxas de juros e uma maior flexibilização sobre a política monetária. Por sua vez, poupar capital através de instrumentos seguros (por exemplo, contas poupança ou títulos do governo) tornou-se pouco apelativo para a maior parte das pessoas. Além disso, as principais corretoras mundiais têm contribuído para a facilidade que atualmente existe de qualquer pessoa poder comprar ações de forma simples, e assumindo baixos custos. Muitos aspirantes a investidores provavelmente estão neste momento a questionar-se: o que é o mercado de ações e como é que se pode negociar ações? Vamos abordar essas questões ao longo deste artigo.

Mercado acionista como instrumento financeiro

Vamos começar por perceber do que se trata o termo “ações” nos mercados financeiros. As ações são títulos que representam a propriedade de uma fração de uma empresa. No entanto, também existem outros tipos de investimentos que envolvem ações, por exemplo fundos mútuos, ETFs ou empresas privadas. 

À medida que as empresas começam a ser cotadas em bolsa, acabam por conseguir uma alternativa de financiamento sem recorrerem aos métodos tradicionais. Os acionistas que participam no capital da empresa ainda têm direito a receber dividendos e direitos dos eleitores, uma vez que, tecnicamente, os investidores possuem uma parte da empresa (essa parte depende da sua participação).
Mas como é que é possível adquirir uma parte de uma empresa? A resposta é realmente simples - basta comprar ações de uma empresa que esteja cotada na bolsa de valores.

O que é o mercado acionista

Como já foi referido anteriormente, as empresas podem ser listadas na bolsa de valores. O processo para que as empresas se tornem em capital aberto é denominado oferta pública inicial (IPO). Quando uma empresa se torna pública, as suas ações podem ser compradas e vendidas no mercado secundário, nomeadamente na bolsa de valores. Dito isto, o mercado de ações atua como um intermediário - é um local centralizado onde compradores e vendedores realizam as suas transações. Tradicionalmente, a bolsa de valores era um lugar físico, mas mudou muito devido aos avanços tecnológicos - agora todas as transações são realizadas virtualmente.

O preço de uma ação pode cair ou subir - as flutuações nos preços das ações são causadas pelas variações entre a oferta e a procura pela ação. Geralmente, se a empresa conseguir estabelecer um negócio de sucesso com perspectivas promissoras, o preço das suas ações deverá valorizar. Em termos fundamentais, essa componente é vital para se perceber a saúde da empresa e, portanto, os investidores estão constantemente atentos ao desempenho financeiro e às divulgações de resultados das empresas. No entanto, há também outros fatores que afetam os preços das ações como, por exemplo, dados macroeconómicos, o nível das taxas de juros ou o sentimento do mercado refletido nas notícias do mercado de ações. Investidores e analistas experientes estão constantemente à procura de identificar as melhores ações para investirem. Como resultado, pode-se supor que no longo prazo os preços das ações possam refletir todas essas informações - a ideia ficou conhecida como a hipótese do mercado eficiente (EMH). O Departamento de Análise da XTB prepara análises e comentários diários sobre os eventos atuais no mercado de ações local e global. Os nossos analistas prepararam também a lista das 10 ações mais interessantes para 2021 - pode encontrar o relatório aqui.

Fonte: howmuch.net

Como pode comprar ações

Para ter acesso à bolsa de valores, o investidor precisa de abrir uma conta numa corretora. No passado, os investidores precisavam do auxílio direto de uma corretora de valores para comprar ou vender instrumentos financeiros, por exemplo, por telefone. No entanto, a indústria mudou muito nos últimos anos e as principais corretoras desenvolveram as suas próprias plataformas de negociação e aplicações de negociação fáceis de usar. Como resultado, o investimento em ações tornou-se acessível a todos, pois as pessoas agora podem comprar ações com apenas alguns cliques através de um smartphone ou de um computador.

No entanto, continua a ser importante saber escolher qual a corretora em que irá confiar o seu capital. Não deverá escolher a corretora que irá operar apenas pelos seus baixos custos, mas também pelo apoio que a corretora fornece aos seus clientes em termos de formação e notícias do mercado.

Depois de abrir conta e de depositar o seu capital, o investidor pode começar a executar as suas posições no mercado. No entanto, é importante que aprenda a trabalhar na plataforma de negociação com antecedência. As corretoras costumam oferecer alguns tutoriais, ao mesmo tempo que tendem a ajustar as suas plataformas para que se tornem cada vez mais intuitivas.

Investir ou negociar ativamente?

No início, é importante entender as diferenças entre investir e negociar ativamente. Embora ambas as palavras sejam frequentemente usadas, ambos os termos representam duas abordagens diferentes. O investimento geralmente está associado a investidores de longo prazo, sem que exista a necessidade de estarem constantemente a acompanhar a evolução do ativo. Quando se decide ter uma abordagem de longo prazo, os investidores tentam selecionar ações promissoras que deverão mantê-las por vários meses ou anos. Este grupo de investidores foca-se mais na componente fundamental de certas empresas ou setores. Em termos gerais, existem dois tipos de investimentos - ações de crescimento e ações de valor. O primeiro caso representa empresas que devem apresentar elevados níveis de crescimento dos seus lucros no futuro. Como os preços das suas ações podem potencialmente superar o mercado, os investidores acabam por sair beneficiados. Existem também ações de valor, que geralmente são descritas como negócios bem estabelecidos com bons fundamentos. Essas empresas costumam pagar dividendos, que é outra fonte de receita para os investidores. Se estiver interessado em aprender mais sobre dividendos, poderá ser o nosso artigo Investir em ações de dividendos.

Por outro lado, negociar ativamente o mercado (trading) geralmente é associado a uma abordagem de curto prazo. Os Day Traders geralmente pretendem aproveitar as flutuações dos preços num determinado instrumento financeiro de forma a que consigam rentabilizar a sua exposição ao risco. Por exemplo, eles podem comprar uma determinada ação antes da divulgação dos resultados da empresa ou após uma queda inesperada dos preços, na esperança de que as ações possam recuperar.
Os Day Traders geralmente possuem já alguma experiência e passam muito tempo a acompanhar o mercado à procura de eventuais ineficiências de mercado. Os traders bem-sucedidos aplicam estratégias sofisticadas e têm regras definidas. Além disso, também podem especular que certas ações possam desvalorizar, a chamada “venda a descoberto'' ou “short selling”. 

Análise fundamental vs análise técnica

Existem duas abordagens que os investidores podem recorrer quando estão a operar no mercado: a análise fundamental e a análise técnica. Há quem defenda que a análise fundamental é a única abordagem apropriada, enquanto que outros afirmam que a análise técnica supera a fundamental e proporciona melhores resultados.

A análise fundamental serve para avaliar o valor intrínseco de uma ação. Os investidores tendem a analisar não apenas os pontos fortes e fracos de uma determinada empresa, mas também as condições económicas e financeiras da mesma. Investidores de retalho e instituições financeiras costumam construir modelos complexos para calcular o preço-alvo de uma ação, dadas as suas próprias perspectivas sobre os ganhos futuros da empresa. Como resultado, são capazes de verificar se a ação se encontra subvalorizada ou sobrevalorizada num determinado momento. 

Por outro lado, a análise técnica é baseada nas ferramentas técnicas que podem ser aplicadas nos gráficos através das flutuações dos preços. Nesse caso, os participantes do mercado tentam identificar possíveis oportunidades de negociação através dessas ferramentas. Os investidores e traders experientes usam uma ampla variedade de indicadores e ferramentas técnicas antes de decidirem comprar ou vender um determinado ativo. Embora a análise técnica seja também complexa, quem está a começar não precisa saber tudo sobre todas as ferramentas para ter sucesso. Existem certos conceitos simples que são suficientes para gerar boas ideias de oportunidades de negociação, por exemplo, níveis de suporte e resistência, médias móveis ou análise de volume no mercado. Também existem analistas técnicos nas corretoras, o que significa que os clientes podem sempre contar com o apoio da corretora na qual estão a operar.

Qual será a melhor abordagem para negociar nos mercados? Geralmente, os traders tendem a focar-se nas análises técnicas, enquanto que os investidores de longo prazo concentram-se apenas na análise fundamental. É por isso que muitos defendem: "A análise técnica é o que mais importa a curto prazo, enquanto que a análise fundamental torna-se mais importante a longo prazo”.
No entanto, aplicar diferentes conceitos parece ser a melhor solução e é uma prática comum a que os investidores e traders de sucesso recorrem.

Conclusão

Investir em ações é uma longa jornada cheia de aprendizagens, com vitórias, mas às vezes também com fracassos. Certamente que esta jornada também o ajuda a construir o seu caráter, pois a psicologia desempenha um papel significativo tanto no investimento em ações como nas negociações de curto prazo. Deve-se notar que os aspirantes a investidores não devem se sentir desanimados pela falta de conhecimento, pois mesmo os maiores investidores da história também começaram do zero quando decidiram embarcar nesta jornada. Começar com pequenos passos e aprender com a experiência provavelmente providenciará os melhores resultados.

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro.

A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro.

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros, realizada com base nas informações contidas nesta comunicação de marketing.

Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros.

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro. A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro. A XTB, S.A. - Sucursal em Portugal não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros. A XTB não aceitará a responsabilidade por qualquer perda ou dano, incluindo, sem limitação, qualquer perda que possa surgir direta ou indiretamente realizada com base nas informações contidas na presente comunicação comercial. Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros, e qualquer pessoa que atue com base nesta informação fá-lo inteiramente por sua conta e risco.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.
Gostaríamos de informá-lo(a) que de acordo com os Termos e Condições da oferta especial "Uma ação grátis para um bom começo", de 09/01/2023, foi atingido o limite estabelecido da oferta de 10.000 ações, pelo que esta promoção terminou.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 80% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.
Gostaríamos de informá-lo(a) que de acordo com os Termos e Condições da oferta especial "Uma ação grátis para um bom começo", de 09/01/2023, foi atingido o limite estabelecido da oferta de 10.000 ações, pelo que esta promoção terminou.