O que são matérias-primas e como negociá-las?

Comece a investir hoje ou teste gratuitamente uma conta demo

Abrir Conta Real TESTAR A DEMO Download mobile app Download mobile app

Neste artigo:

  • Visão geral sobre a história do mercado das matérias-primas
  • O que significa o conceito commodity (matéria-prima)
  • Diferentes tipos de matérias-primas
  • Características particulares quando se negoceia neste mercado
  • Negociar matérias-primas com a XTB

Muitos investidores optam por negociar no mercado das matérias-primas, pois é um dos vários mercados a que o investidor pode recorrer e apresenta muitos aspectos semelhantes ao mercado acionista. Os mercados de ações e das matérias-primas estão intimamente ligados, já que as notícias sobre o mercado das matérias-primas também podem ajudar os investidores a ganhar mais dinheiro no mercado de ações. No mercado das commodities, os investimentos concentram-se nas matérias-primas, como os metais preciosos ou industriais, ao contrário da bolsa de valores, onde o principal objeto das transações envolve apenas empresas individuais. Quanto às suas semelhanças, tanto as ações como as matérias-primas são negociadas em bolsas de valores e os seus preços estão sujeitos às flutuações, onde os investidores de longo e curto prazo podem aproveitar estas flutuações nos preços.

Visão geral sobre a história do mercado das matérias-primas

O mercado das matérias-primas é um dos mais antigos mercados financeiros. Do ponto de vista histórico, o comércio de mercadorias remonta à antiguidade. No início, as pessoas trocavam mercadorias por mercadorias (como meio de pagamento). Mais tarde, por volta de 4500 AC, o primeiro meio de troca acabou por ser introduzido. Aconteceu na Suméria - as pessoas trocavam placas de argila por mercadorias. Posteriormente, o comércio das matérias-primas foi evoluindo ao longo dos anos, mas o ponto de viragem deu-se com o surgimento da Chicago Board of Trade (CBOT) em 1848. Mais tarde, a CBOT fundiu-se com a Chicago Mercantile Exchange (CME) em 2007 para formar o CME Group. Hoje, é um dos tipos de mercado mais populares que se pode negociar, seja por investidores de retalho, por grandes instituições financeiras ou especuladores.

Comece a investir hoje ou teste gratuitamente uma conta demo

Abrir Conta Real TESTAR A DEMO Download mobile app Download mobile app

A New York Board of Trade (NYBOT) também teve um papel importante no mercado das matérias-primas. Esta bolsa foi estabelecida em 1870 com o nome de New York Cotton Exchange. Em 2004, a NYBOT fundiu-se com a Coffee, Sugar and Cocoa Exchange (CSCE). Em 2006, passou a fazer parte do Intercontinental Exchange (ICE). Atualmente, a NYBOT lida principalmente com futuros e opções sobre matérias-primas físicas como cacau, café, algodão e açúcar. 

Sobre as outras bolsas de valores importantes, a New York Mercantile Exchange (NYMEX) foi criada em 1872 e concentrava-se apenas no comércio de laticínios. Em 1994, foi criada a maior bolsa de mercadorias físicas do mundo daquela época, após a fusão da NYMEX com a Commodity Exchange (COMEX). Então, em 2008, ambas as bolsas acabaram por se fundir com a CME Group de Chicago. Na Europa, a maior parte das transações no mercado das matérias-primas é realizada na Bolsa Internacional de Futuros e Opções Financeiras de Londres (LIFFE), na Bolsa de Metais de Londres, enquanto que a Bolsa de Mercadorias de Tóquio é um importante player na Ásia.

Zona de negociação da NYMEX. Fonte: jp.reuters

Zona de negociação da NYMEX. Fonte: jp.reuters

O que significa o conceito “commodity”

Antes de avançarmos, é preciso que consiga perceber do que se trata o conceito “commodity”. Trata-se das matérias-primas que são frequentemente utilizadas na produção de bens ou serviços. A categoria das commodities inclui produtos agrícolas, minérios e combustíveis fósseis - basicamente todos os tipos de recursos naturais usados no nosso quotidiano.
Atualmente, não é preciso possuir a matéria-prima que se está a negociar, nem o facto desta matéria-prima ser produzida na Rússia ou nos EUA acaba por ter qualquer relevância para o investidor. No passado, os traders negociavam commodities de forma física, no entanto, nos dias de hoje essas transações são feitas através das corretoras online.

Se estiver interessado em começar a negociar algumas das commodities mais populares online, então a XTB é o lugar certo! Oferecemos uma ampla variedade de commodities para negociação online através do uso de CFDs, incluindo ouro, petróleo, gás natural, café e até cobre ou paládio! Saiba como pode transacionar ouro sem que seja preciso deter este metal precioso. Comece a negociar CFDs de ouro com a XTB.

Diferentes tipos de matérias-primas

Os investidores geralmente separam as matérias-primas em dois grupos. O primeiro grupo é constituído pelas "hard commodities", que incluem os metais ou recursos de energia que precisam ser explorados dos recursos naturais, ou seja, minério de ferro, petróleo e metais preciosos.
O segundo grupo é considerado como "soft commodities", onde os produtos agrícolas como trigo, milho, café e algodão fazem parte. 

Outras categorias comuns nas commodities:

  • Agrícola - cacau, açúcar, algodão, café, etc.
  • Energia - produtos petrolíferos como petróleo e gás
  • Metais - metais preciosos como ouro, prata e platina, mas também metais como cobre, ferro, etc.
  • Pecuária - gado vivo e gado em geral e commodities de carne

Existe uma longa variedade de commodities que podem ser negociadas, no entanto, os investidores, especialmente os iniciantes, devem focar-se apenas nos mercados com maior liquidez, pois facilita o fecho e a abertura das posições. Por outras palavras, a liquidez reflete a quantidade de entidades dispostas a comprar e vender uma determinada matéria-prima e como existe liquidez no mercado, existe uma maior facilidade de liquidar as posições.

De seguida, pode-se encontrar uma lista com as commodities mais negociadas de acordo com os dados da Futures Industry Association (FIA):

  • Petróleo - Crude (Oil WTI)
  • Petróleo - Brent (Oil)
  • Gás Natural
  • Soja
  • Milho
  • Ouro
  • Cobre 
  • Prata

Características particulares quando se negoceia neste mercado

Os preços das matérias-primas estão constantemente a mudar devido às flutuações entre a procura e a oferta, tanto nas economias de cada país como em todo o mundo. Por exemplo, períodos de seca podem levar a um aumento nos preços dos grãos, ou tensões geopolíticas no Médio Oriente podem pressionar os preços do petróleo em alta.
Podemos considerar outros fatores que também afetam os preços das commodities: flutuações cambiais, crescimento económico mundial, desastres naturais, custos nos transporte e armazenamento.

Variações nos preços das matérias-primas entre janeiro e abril de 2020. Fonte: Bloomberg

Portanto, os investidores de commodities tentam usar as tendências atuais em torno da oferta e procura e outros fatores (mencionados anteriormente) para gerarem lucros. Por outro lado, há quem invista neste mercado para diversificar as suas carteiras, adicionando diferentes classes de ativos para reduzir a exposição ao mercado de ações. Os investidores também vêem as commodities como uma proteção contra a inflação uma vez que, historicamente, as commodities têm tido um bom desempenho quando os preços tendem a aumentar e as taxas de juros permanecem baixas.

A maior parte das negociações de commodities envolve a compra e venda de futuros com base no preço da commodity física subjacente, embora as negociações físicas e de derivativos também sejam comuns.

Depois de analisarem, os investidores recorrem aos CFDs para se posicionarem no mercado. Se acharem que o preço de uma matéria-prima poderá valorizar, então optam por comprar os futuros, ou seja, posicionam-se no mercado. Se, na opinião deles, o preço das matérias-primas apresentar potenciais de queda, então posicionam-se curtos no mercado (short selling). O mercado das matérias-primas está aberto quase 24 horas por dia durante a semana.

Saiba mais sobre o conceito “short selling” no artigo Short selling – A que se refere o termo “short” quando negoceia?

Negociar matérias-primas através da XTB

Hoje em dia, existem muitas maneiras de os investidores poderem negociar commodities, desde o investimento tradicional na própria matéria-prima física até à negociação de futuros ou opções de matérias-primas. No entanto, a forma mais popular de se investir no mercado das matérias-primas é através da utilização dos CFDs (contratos por diferença) e ETFs (Exchange traded funds).

Os CFDs são dos produtos mais populares entre os investidores quando decidem negociar matérias-primas, pois permitem que o investidor possa ter acesso à alavancagem, permitindo ao investidor usar menos capital para obter uma maior exposição a um determinado instrumento subjacente. Graças aos CFDs, os investidores podem beneficiar de um mercado em alta ou de um mercado em baixa. Através da XTB, os traders e investidores têm acesso a uma ampla gama de CFDs, incluindo matérias-primas agrícolas (por exemplo, MILHO, SOJA), matérias-primas de energia (por exemplo, PETRÓLEO, NATGAS), metais industriais (por exemplo, COBRE, ALUMÍNIO), metais preciosos (por exemplo, OURO, PRATA), entre outras!

Além disso, existem vários ETFs que permitem aos investidores ganharem exposição a algumas matérias-primas, por exemplo, ouro, prata, metais industriais ou gás natural. Além disso, os investidores também podem ter exposição indireta aos preços das matérias-primas. Investir em ações, cujos preços dependem fortemente de certas matérias-primas, é uma alternativa para que possam manter o portfólio diversificado. Como exemplo, as empresas de exploração de cobre dependem do cobre, o que significa que o valor das suas ações está correlacionado com os preços do cobre. O mesmo pode ser aplicado a outras commodities (por exemplo, a empresas de mineração de ouro ou produtores de petróleo).
As vantagens não se ficam por aqui, pois algumas destas empresas também podem pagar dividendos. Temos um artigo em que abordamos este tema. Consulte-o em Investir em ações de dividendos.

Esteja ciente que dados de desempenho passados não são um indicador confiável de resultados futuros.

O scanner de ETF pode ser útil quando procura ETFs que estejam expostos às matérias-primas. Fonte: xStation 5

No entanto, lembre-se de analisar cuidadosamente os gráficos das commodities e tente informar-se ao máximo antes de se posicionar no mercado. O mercado das commodities é muito volátil, provocando grandes flutuações nos preços dos ativos que podem levar a lucros elevados, mas também a perdas substanciais e, portanto, os investidores têm sempre de ter o risco em conta e a exposição que pretendem antes de se posicionarem no mercado.

Esteja ciente que dados de desempenho passados não são um indicador confiável de resultados futuros.

A procura por petróleo caiu drasticamente em março de 2020, quando a pandemia começou a agravar-se em todo o mundo. As quedas aprofundaram-se durante o mês de abril de 2020, quando o excesso de oferta de petróleo levou a um colapso sem precedentes nos preços do petróleo, forçando o preço dos contratos futuros do West Texas Intermediate (WTI) a cair drasticamente para valores negativos. Para efeito de comparação, o ouro (gráfico azul) também caiu drasticamente durante o mês de março de 2020 em conjunto com as restantes matérias-primas, no entanto, acabou por recuperar terreno em abril de 2020. Isto demonstra o quão volátil o mercado das matérias-primas se pode tornar.

Este material é uma comunicação de marketing na aceção do artigo 24.º, n.º 3, da Diretiva 2014/65 / UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de maio de 2014, sobre os mercados de instrumentos financeiros e que altera a Diretiva 2002/92 / CE e Diretiva 2011/61/ UE (MiFID II). A comunicação de marketing não é uma recomendação de investimento ou informação que recomenda ou sugere uma estratégia de investimento na aceção do Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de abril de 2014 sobre o abuso de mercado (regulamentação do abuso de mercado) e revogação da Diretiva 2003/6 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho e das Diretivas da Comissão 2003/124 / CE, 2003/125 / CE e 2004/72 / CE e do Regulamento Delegado da Comissão (UE ) 2016/958 de 9 de março de 2016 que completa o Regulamento (UE) n.º 596/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz respeito às normas técnicas regulamentares para as disposições técnicas para a apresentação objetiva de recomendações de investimento, ou outras informações, recomendação ou sugestão de uma estratégia de investimento e para a divulgação de interesses particulares ou indicações de conflitos de interesse ou qualquer outro conselho, incluindo na área de consultoria de investimento, nos termos do Código dos Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 486/99, de 13 de Novembro.

A comunicação de marketing é elaborada com a máxima diligência, objetividade, apresenta os factos do conhecimento do autor na data da preparação e é desprovida de quaisquer elementos de avaliação. A comunicação de marketing é elaborada sem considerar as necessidades do cliente, a sua situação financeira individual e não apresenta qualquer estratégia de investimento de forma alguma. A comunicação de marketing não constitui uma oferta ou oferta de venda, subscrição, convite de compra, publicidade ou promoção de qualquer instrumento financeiro.

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por quaisquer ações ou omissões do cliente, em particular pela aquisição ou alienação de instrumentos financeiros, realizada com base nas informações contidas nesta comunicação de marketing.

Caso o comunicado de marketing contenha informações sobre quaisquer resultados relativos aos instrumentos financeiros nela indicados, estes não constituem qualquer garantia ou previsão de resultados futuros.

Comece a investir hoje ou teste gratuitamente uma conta demo

Abrir Conta Real TESTAR A DEMO Download mobile app Download mobile app

Declaração de Risco

A XTB S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nestes conteúdos. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas. Esteja ciente de que dados de desempenho anteriores não são um indicador fiável de desempenho futuro.

author not set

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 72% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 72% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.